segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

TEMA DE NOVELA ESPECIAL: DOSSIÊ NEY MATOGROSSO!




"A voz de Ney Matogrosso combina com abertura de novela", é a frase de quase todo telemaníaco quando perguntado sobre a inserção do cantor nas trilhas sonoras.
É fato que Ney consegue chamar atenção em qualquer coisa que pontue - temas de filmes, sucessos radiofõnicos...mas é nas novelas mesmo que ele reina, com um filão imenso de grandes sucessos nos mais variados estilos - não apenas temas de abertura dançantes, mas músicas feitas sob encomenda pra sublinhar cenas e universos dos ricos personagens brasileiros.
Como eleger uma lista de 10 apenas é uma tarefa MUITO difícil, contei com a ajuda providencial de amigos noveleiros recomendadíssimos - e a maioria esmagadora escolheu "O Viajante' como melhor tema (da novela "Baila Comigo"), mas relembraram muito mais e o resultado rendeu essa nova edição da seção "Tema de Novela" com nosso artista do mês!

Agradecimentos: Eddy Fernandes, Eduardo Secco, Evana Ribeiro, Fábio Leonardo, Guilherme Staush, Ivan Gomes, José Marques Neto, Marcelo Ramos, Vitor Santos, Walter de Azevedo e Wesley Vieira. Valeu gente!


1) "VIAJANTE" (BAILA COMIGO, Globo, 1981)

Curiosamente, o tema mais indicado pelos noveleiros (e que também seria meu eleito) não nos remete ao Ney rebolativo tão característico, mas a sua sensível e sentimental interpretação para a composição de Teresa Tinoco, "Viajante" - combinando muito bem com o drama dos gêmeos vividos por Tony Ramos em "Baila Comigo". Toda a mentira da mãe deles (Helena, da saudosa Lilian Lemmertz) causava um clima bem melancólico na saga dos personagens, que tinham a canção como tema (às vezes, só o pianinho inicial dava impressão que era um tema incidental criado especialmente para a novela de Manoel Carlos). Merecidíssimo primeiro lugar!

2) PROMESSAS DEMAIS (Paraíso, Globo, 1982)


O tema de abertura da primeira versão de "Paraíso" já demonstrava que a novela era bem mais "urbana" que o remake apresentado em 2009. Também bastante eleita pelos noveleiros, ainda funcionava como tema do casal principal da novela, vivido por Kadu Moliterno e Cristina Mullins. Sobre a música, Vitor Santos, do blog "Prefiro Melão". acrescenta: "Achava linda a parte lenta, que era o tema do casal. Quando a música "crescia" virava a abertura da novela... ". Participam da gravação ainda Paulo Leminski e Moraes Moreira.

"Quem sabe o coração me dirá? Dirá se cabe ou não no mesmo lugar. Lugar comum..."


3) VEREDA TROPICAL (Vereda Tropical, Globo, 1984)

Uma das mais lembradas aparições do nosso artista do mês em aberturas, o ritmo "caliente" da gravação de Ney combinava com o ritmo da trama de Carlos Lombardi, além de mostrar seu potencial e capacidade de cantar em outro idioma. "Eu conheço a gravação original da música, mas a gravação de Ney é de uma sensualidade sem precedentes" diz o pesquisador Marcelo Ramos.

"Voy por la vereda tropical, la noche plena de quietud, con su perfume de humedad..."

4) MANEQUIM (Tititi, Globo, 1985)


Os amigos noveleiros também apontaram demais essa música como uma das mais preferidas: Manequim funcionava como encomenda como tema do primeiro Jacques Leclair (Reginaldo Faria). "Gosto demais de "Manequim", na primeira versão de Tititi", diz o jornalista mineiro Wesley Vieira. No remake desse ano Ney também faz parte da trilha, com a música "Seu Tipo".

"O teu jeito me faz sentir, sabor de "you and me", chegar de mansinho, carinho é bom de fazer..."

5) VIDA VIDA (Jogo da Vida, 1981, Globo)

A maioria dos noveleiros reivindicou a presença deste tema de abertura na lista - Segundo eles, a novela de Silvio de Abreu era gostosa de acompanhar, e certamente o tema de abertura é um dos mais lembrados de todos os tempos.

"Vida vida que mais te quero ainda. Linda vida que mais te faço linda..."


6) BELÍSSIMA (Belíssima, 2005, Globo)


A faixa-título da novela de Silvio de Abreu é uma das mais belas interpretações de Ney. Triste, caía como uma luva pra melancolia disposta nos primeiros momentos da protagonista Júlia (Glória Pires), que possuía uma sem-graceza quase apática e acabou sendo alvo da super vilã Bia Falcão (Fernanda Montenegro). Elementos muito ensejadores para uma grande volta por cima da heroína na reta final da trama.

"Porque a beleza te escolheu para se representar..?"


7) NÃO EXISTE PECADO AO SUL DO EQUADOR (Pecado Rasgado, Globo, 1979 e Dona Anja, SBT, 1996)

Na novela da Globo do fim da década de 70, Ney, que já havia se firmado como um polêmico artista performático solo em tempos de censura, coroaria ainda mais fazendo parte de uma novela cujo título já continha "pecado". O roteirista Eduardo Secco elogia a música: "Gosto bastante dela, mas a conheci mesmo na novela "Dona Anja""
De fato: "Não Existe Pecado Ao Sul do Equador" também foi tema de abertura da trama do SBT, e um dos maiores sucessos da carreira do cantor.

"Vamos fazer um pecado rasgado e suado a todo vapor!"


8) O MUNDO É UM MOINHO (O Outro, 1987, Globo)


Mais um lindo tema bem lembrado pelos nossos amigos noveleiros. Pontuava bem o romance de Edwiges (Cláudia Raia) e Genésio (José de Abreu) e fazia parte da fase "Cartola" que Ney vivenciou na década de 80, se firmando definitivamente como um dos melhores intérpretes brasileiros.

"Ainda é cedo amor...mas começastes a conhecer a vida"


9) LIG LIG LIG LÉ (Negocio da China, Globo, 2008)

Negócio da China não foi das novelas mais bem sucedidas que existiram. Pelo contrário: é uma das que menos gosto na faixa das 18h. Porém, ter Ney na abertura serviu pra constatar que, por mais tempo que passe, é fato: ele sempre é genial cantando qualquer abertura. E pra ser sincero, Lig Lig Lig Lé é uma das únicas coisas que me lembro da trama...


"Lá vem Seu China na ponta do pé...lig lig lig lig lé"

10) MARIA ESCANDALOSA (Deus Nos Acuda, Globo, 1992)


Essa vai por minha indicação mesmo. Eu não consigo lembrar de Cláudia Raia na novela "Deus Nos Acuda" sem associar imediatamente a deliciosa versão que Ney fez pra "Maria Escandalosa", que combina totalmente com o perfil da trambiqueira personagem. Ney deveria fazer cada vez mais temas para Cláudia Raia - eles se afinam!


"E a Maria Escandalosa. É muito prosa. É mentirosa, mas é gostosa!"





CURIOSIDADES/ MENÇÕES HONROSAS:

Guilherme Staush, do "Memória da TV', indica um de seus temas preferidos: "Dança da Lua", parceria que Ney fez com a cantora portuguesa Eugênia Melo e Castro. A música foi abertura da novela "Antônio Maria", na Rede Manchete, em 1985.

José Marques Neto, do "Mofo TV", prefere relembrar uma pouco conhecida: ""A Gaivota" é uma composição de Gilberto Gil gravada por Ney no início de sua carreira solo, quando ainda pertencia ao cast da pequena gravadora Continental e que foi um dos principais temas da tb pouco assistida novela O Espantalho de Ivani Ribeiro.
Ao relembrar esta letra fiquei impressionado como tem a ver com meu momento pessoal."

O amazonense Eddy Fernandes acrescenta ainda o tema de abertura de "Coquetel do Amor', novelinha inserida dentro de "Espelho Mágico" de 1977, "Bandido Corazon"

Outro tema de abertura famoso foi Kubanacan, da novela das 19h de mesmo nome (2003). Mais uma vez Ney abrindo uma novela de Carlos Lombardi.

Quase entrou na lista, mas ficou por fora por falta de espaço: a bela "Jeito de Amar" de "Sétimo Sentido" (1982)

Valem a pena, sem dúvidas: "Veja Bem Meu Bem" (Beleza Pura), "Pra Não Morrer de Tristeza" (Saramandaia), "Tic Tac do meu coração" (Feijão Maravilha), "Falando de Amor" (Chega Mais) e "Mal me Quer" (da minissérie Tereza Batista).


UFA! Agora é com vocês: relembrem mais algum sucesso de Ney em alguma novela. Faltaram MUUUUITAS ainda!


************************************
VIAJANTE
Teresa Tinoco. Ney Matogrosso

Eu me sinto tolo como um viajante
Pela tua casa, pássaro sem asa, rei da covardia
E se guardo tanto essas emoções nessa caldeira fria
É que arde o medo onde o amor ardia
Mansidão no peito trazendo o respeito
Que eu queria tanto derrubar de vez
Pra ser teu talvez, pra ser teu talvez
Mas o viajante é talvez covarde
Ou talvez seja tarde pra gritar que arde no maior ardor
A paixão contida, retraída e nua
Correndo na sala ao te ver deitada
Ao te ver calada, ao te ver cansada, ao te ver no ar
Talvez esperando desse viajante
Algo que ele espera também receber
E quebrar as cercas que insistimos tanto em nos defender
Eu me sinto tolo como um viajante
Pela tua casa, pássaro sem asa, rei da covardia
E se guardo tanto essas emoções nessa caldeira fria
É que arde o medo onde o amor ardia
Mansidão no peito trazendo o respeito
Que eu queria tanto derrubar de vez
Pra ser teu talvez, pra ser teu talvez

TH - Perfeita!



9 comentários:

  1. Ótima seleção, querido! Quase idêntica a que fiz para o temas e trilhas que, aliás, vou adiar para não duplicarmos posts...rs! As três primeiras colocadas são, sem dúvida, as mais marcantes. Destaco também a belíssima "Novamente", tema do seriado "Mulher", que sempre me arrebata cada vez que ouço. Parabéns. Abração!

    ResponderExcluir
  2. O Ney é um primoooooor
    Lá em casa todo mundo gostava dele. E cantando nas novelas então, nem se falaa.
    Vereda Tropical é a minha preferida de todos os tempos, mas adorei a seleção, Tico. Bjocass

    ResponderExcluir
  3. Que post maravilhoso, Th! Tbm acho que a voz do Ney Matogrosso casa perfeitamente com aberturas e temas de novelas. Trata-se de um artista que imprime um estilo visceral e fascinante em suas interpretações e justamente por isso, tem o dom de pontuar com êxito os dramas e comédias da nossa teledramaturgia.

    Parabéns pelo excelente post!!!

    ResponderExcluir
  4. Muito legal o post! A minha preferida é "Vida Vida". Casa bem com a abertura lúdica. Aberturas cantadas pelo Ney acabam ficando mais divertidas.

    Parabéns a todos que participaram da seleção.

    ResponderExcluir
  5. "Me diz que eu sou seu tipo
    Me diz 'neném' e eu acredito
    Murmura bem baixinho
    Que eu sou seu ideal"

    (tema de Jacques Léclair em "TiTiTi")

    Quem não se sente o máximo ouvindo essas coisas? O Ney Matogrosso teve a sua sensualidade exótica como um dos pontos mais altos da sua extensa carreira. Quando eu era criança ele já havia deixado os Secos & Molhados e estava engrenando na carreira solo. Depois de emplacar o megasucesso "Não existe Pecado ao Sul do Equador" (tema da novela "Pecado Rasgado, 1978) ele deixou no público uma imagem de excêntrico, exótico, e, perdoem-me o pouco de politicamente correto, de "bicha louca". Acho que ele pegou essa fama da época do Secos & Molhados, pois o que conheço dele no grupo é uma loucura também. Ney era excêntrico demais na minha infância, era ele e a Elke Maravilha: maquiados, penteados exóticos, roupas muito decotadas. Ele posou totalmente de nu frontal e essa foto ainda rola por aí.

    Eu disse pro TH, na hora de responder à enquete que minha faixa favorita do Ney foi "Vereda Tropical". Como saiu publicado, tem uma versão cubana de Eydie Gorme e Trio Los Panchos no Youtube. Quem gosta da música deve ouvir. Aí depois escute a do Ney. É sublime, é harmoniosa, é deliciosa, acalma, combinou perfeitamente com a ideia de que um lugar com clima tropical tem aqueles ícones desenhados na vinheta de abertura. depois lembrei, já era tarde. Poucas músicas de abertura foram tão intensas quanto a de "Paraíso" (1982), a primeira novela que acompanhei do começo ao fim. Kadu Moliterno era o galã oficial das seis e já havia feito muito sucesso com a novela anterior do Ruy, "Cabocla" e na novela "As Três Marias" Ele aparecia de moto, correndo na abertura ao som do Ney. Era o máximo. Essa novela foi um grande sucesso.

    "Quem sabe o coração me dirá
    Dirá se cabe ou não no mesmo lugar

    O rio que vai
    O rio que vai me levar não passa na sua cidade..."

    Em tempo: alguém saberia me dizer se o tema do Jacques Léclair é o mesmo "Seu Tipo" que foi gravado em 1979 e deu nome ao disco?

    ResponderExcluir
  6. Ficou muito legal a lista!! :D
    E "Viajante" é perfeita! Eu viajo quando escuto essa música. ^.^

    ResponderExcluir
  7. Dificílima esta tarefa de eleger músicas, ainda mais quando se trata de Ney Matogrosso, que poderia ter pelo menos duas coletêneas de sucessos de novelas para serem eleitos.
    Ótima homenagem ao Ney, TH...justa, muito justa, justíssima, como diria aquele outro

    ResponderExcluir
  8. Post incrível, TH! Adorei vir aí como "roteirista". rs.

    Quando o assunto é novela, Ney é sempre garantia de boas músicas e muito sucesso. Os temas aí relacionados são os meus preferidos para todo o sempre. Destaco ainda Vira-Lata de Raça, do personagem de Heitor Martinez (cujo nome me foge agora) em Uga-Uga.

    Parabéns ao Enthulho e aos que votaram nas preferidas. Estamos afinados até no gosto musical, amigos! rs

    ResponderExcluir
  9. Alguma coisa me dizia que ia rolar unanimidade (ou quase) com "Viajante". Essa música é uma delícia!!

    Bárbara, a lista. Por um instante, fiquei na dúvida entre indicar "Promessas Demais" e "Bandido Corazon". Fiquei com a segunda, rola aquela memória afetiva.

    E é mesmo como o Duh disse: estamos afinados até no gosto musical. EnTHulho e Queridões RULES!!

    Abraço, TH

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...