domingo, 19 de novembro de 2017

TOPTULHO MUSICAL # 152!



Bem vindos ao último TopTulho desse ano III. Semana que vem a seção faz aniversário e, como se sabe, vai mudar muita coisa, a começar pelos novos logotipos do TopTulho e do TopTulho Musical Do Passado, os quais já apresentei no grupo do EnTHulho no Facebook! Começará o ano IV, que virá com muito mais músicas boas brasileiras! Por ora, vamos nos despedindo dos logotipos atuais! rs

O TopTulho, como se sabe, busca colocar em evidência boa música brasileira, ofuscada pela mídia, que sempre opta por coisas massificadas e repetitivas. Ainda há rock, MPB e demais estilos para serem mostrados a vocês, e essa é a missão do TopTulho!

Hoje temos mais duas estreias - as últimas da enquete que realizei no dia 27/10 no grupo do Facebook. Essa semana, dia 16/11, eu também fiz uma nova enquete, que resultou em oito músicas, que deverão estrear nas próximas três edições. Não sei vocês, mas estou adorando essa fase interativa do TopTulho! 

São elas: Lulu Santos cantando Rita Lee e Anelis Assumpção, filha do maravilhoso (e saudoso) Itamar Assumpção entram nos lugares do Tribalistas (Aliança) e Chico Buarque (Tua Cantiga), que nos deixaram. Aliás, "Tua Cantiga" é forte candidata a música do ano, pois teve um excelente desempenho no TopTulho!

Semana que vem, a edição de aniversário será especial, mas será surpresa! Aguardem que não se arrependerão! E, na última semana de Dezembro, vai ao ar o TOPTULHO ESPECIAL - RETROSPECTIVA 2017! Façam suas apostas, pois sua música preferida desse ano poderá estar bem colocada dentre as 100 mais!

Sem delongas, vamos à edição 152!


TOPTULHO MUSICAL - EDIÇÃO # 152! - 19/11/17

1) PABLLO VITTAR & MATEUS CARRILHO - Corpo Sensual (=) (5 Semanas)   
2) FREJAT - Tudo Se Transforma (+1) (6 Semanas)
3) GAL COSTA, GILBERTO GIL & NANDO REIS - Tocarte (+6) (3 Semanas)
4) ZIZI POSSI - Faltavam Seus Olhos (-2) (6 Semanas)   
5) IVETE SANGALO - Simples Assim (+1) (5 Semanas)  
6) VANESSA DA MATA - Orgulho E Nada Mais (+2) (5 Semanas)  
7) CHICO BUARQUE & RAFAEL MIKE - As Caravanas (+5) (3 Semanas) 
8) PATO FU - Palco (-4) (8 Semanas)   
9) TIÊ - Amuleto (-5) (9 Semanas) 
10) SILVA - Amor I Love You (+1) (4 Semanas)     
11) DANIELA MERCURY - Banzeiro (+6) (2 Semanas)
12) URBANA LEGION - Mariane 2 (+1) (4 Semanas) 
13) TRIBALISTAS - Diáspora (-6) (8 Semanas)         
14) NANDO REIS - Nos Seus Olhos (-4) (9 Semanas) 
15) PATO FU - Severina Xique-Xique (+1) (2 Semanas) 
16) GABRIEL PENSADOR - Tô Feliz, Matei O Presidente 2 (+2) (2 Semanas)
17) LULU SANTOS - Baila Comigo (ESTREIA)
18) TRIBALISTAS - Fora Da Memória (-4) (4 Semanas)
19) ELZA SOARES & PITTY - Na Pele (-4) (13 Semanas)  
20) ANELIS ASSUMPÇÃO - Receita Rápida (ESTREIA)

Saem:

TRIBALISTAS - Aliança (11 Semanas. Maior posição: 01) 
CHICO BUARQUE - Tua Cantiga (14 Semanas. Maior posição: 01)  

Já destacamos Vanessa Da Mata esse ano, mas ela merece mais uma vez. "Orgulho e Nada Mais" vem subindo bastante, e mostra uma versatilidade que não era óbvia na cantora. 

A música faz parte do projeto "Caixinha De Música - CD e DVD", lançado este ano! Fiquemos, pois, com a talentosa!


ORGULHO E NADA MAIS
Vanessa Da Mata

Era claro
Ele era pra uma noite
Diversão barata, sem força
Saindo em seguida, sem planos
Prático e indolor

Eu caí como pato no jogo
Jogos tolos de adolescente
Culpa minha, orgulho dele
Prêmio de colecionador

Uh uh uh uh
Eu sei que não vai atender
Uh uh uh uh
Quem disse que eu vou ligar?
Se até um tempo atrás eu não te conhecia
Quem pode afirmar que eu preciso de você?

Uh uh uh uh
Eu sei que não vai atender
Uh uh uh uh
Quem disse que eu vou ligar?
Espero o dia que estará em minha frente
Pra eu olhar você e perceber nada mais

Tantos anos
Mendiguei um oi ou um gesto
Você dando corda e tirando
Meu dinheiro na terapia
A transa mais cara que vi

Eu, vinte dedos podres
Você, um?
Agradeço a Deus se é isso
Psicopatia era um vício
Em ter vários presos na mão

Uh uh uh uh
Eu sei que não vai atender
Uh uh uh uh
Quem disse que eu vou ligar?
Se até um tempo atrás eu não te conhecia, meu bem

Uh uh uh uh
Eu sei que não vai atender
Uh uh uh uh
Quem disse que eu vou ligar?
Espero o dia que estará em minha frente
Pra eu olhar você e enxergar nada mais...


Já o Frejat também esteve aqui esse ano - foi destaque em Abril. "Tudo Se Transforma", seu mais novo hit inédito, teve uma votação muito expressiva na enquete que fiz quando ele estreou, a ponto de hoje conquistar a medalha de prata da nossa parada. 

Frejat só melhora com o tempo, e vou dedicar essa música - que tem uma letra que passa uma mensagem muito verdadeira -  a uma grande fã sua: a minha amiga Patrícia Paes!



TUDO SE TRANSFORMA
Roberto Frejat

Amanheceu outra vez
Estou pronto pra encarar
A fúria dos dias

Mergulhei bem fundo
Saí mais forte pra enfrentar
A realidade

A vida girando sem parar
Muitas águas já rolaram
E ainda vão rolar
E eu não vou olhar pra trás

Em um segundo tudo muda
Horas, dias, meses voam
E num piscar de olhos tudo
Tudo se transforma

Não quero mais mentir pra mim
Não quero mais me iludir

Com paciência e coragem
Vou vivendo e aprendendo a viver
Tudo acaba sendo como tem que ser
Tudo passa, tô aprendendo a viver

Em um segundo tudo muda
Horas, dias, meses voam
E num piscar de olhos tudo
Tudo se transforma
Tudo se transforma

Não quero mais mentir pra mim
Não quero mais me iludir
E a partir daqui
Todo sim é um começo
Um recomeço a cada fim
Tudo acontece aqui agora
Tudo vai e vem
E se transforma
Tudo se transforma

Em um segundo tudo muda
Num piscar de olhos

Não quero mais mentir pra mim
Não quero mais me iludir
E a partir daqui
Todo sim é um começo
Um recomeço a cada fim
Tudo acontece aqui agora
Todo sim é um começo
Um recomeço a cada fim
Tudo acontece aqui agora
Tudo vai e vem
E se transforma. 
Tudo Se Transforma...



Legal! Vamos agora voltar no tempo, pois vai começar o...


Depois do TopTulho Do Passado duplo da semana passada (que debulhou os anos de 1935 e 1936), hoje a gente viaja até o ano de 1937

Mas, antes, mais um trecho daquele texto-geral sobre a década de 30, continuando do ponto que ficamos na semana passada!

DÉCADA DE 30 - OS ANOS DAS INCERTEZAS!
Fátima Mendes Carvalho - Parte VII

No início de 1937, o presidente Getúlio Vargas afastou alguns generais legalistas do comando de regiões estratégicas, como o sul do país, enquanto o mineiro Francisco Campos, simpatizante do facismo, redigia uma nova Constituição, examinada e aprovada secretamente por elementos do grupo dominante ou a ele ligados, como o governador de Minas Gerais, Benedito Valadares, o integralista Plínio Salgado e o general Góes Monteiro. O golpe era apoiado pela maioria dos governantes estaduais e por grande parte dos comandantes do Exercito.
A divulgação em outubro do Plano Cohen, um plano comunista de tomada do poder, foi um documento escrito, forjado pelo capitão integralista Olímpio Mourão Filho - na época membro do Serviço Secreto -, a pedido de Plínio Salgado, de ideologia nacionalista, com a intenção de simular, supostamente para efeitos de estudo, uma revolução comunista no Brasil. O plano foi utilizado pelo governo federal com o objetivo de aterrorizar a população e justificar um golpe de Estado que permitiria a Getúlio Vargas perpetuar-se na Presidência do país.
Deixando-se envolver pelas manobras das correntes autoritárias e integralistas, o Congresso autorizou a decretação de um surpreendente “ESTADO DE GUERRA”, que facilitou a repressão às oposições liberais, uma vez que as forças populares de esquerda já estavam enfraquecidas desde novembro de 1935. Comissões Executivas do Estado de Guerra, chefiadas por militares simpatizantes do integralismo, foram criadas pelo Governo e designadas inicialmente para os Estados cujos governadores, estavam ligados a União Democrática Brasileira, como o Rio Grande do Sul, onde Flores da Cunha renunciou, asilando-se no Uruguai.
Finalmente, no dia 10 de novembro de 1937, procurando neutralizar o apelo dos liberais da UDB à intervenção das Forças Armadas contra o golpismo “de um pequeno grupo de homens”, o Governo ordenou o cerco ao Congresso Nacional, antecipando o golpe que estava marcado para o dia 15. à noite, Vargas anunciou por uma cadeia de rádio a outorga ao povo de uma nova Constituição. Não fora feita pelo povo, nem pelos seus representantes, mas por um jurista de tendências autoritárias, Francisco Camos, que se inspirou na Constituição facista da Polônia. Era a “polaca”, uma “doação” de Vargas ao povo, que regulamentava a implantação definitiva da ditadura ou “Estado Novo”, como foi chamada, generosamente, por seus responsávieis. 
A força de atuação dos trabalhadores, seja no meio urbano ou rural, começa a ser vista como uma fonte séria de ameaças a consolidação do Estado Novo de Getúlio Vargas. De um lado a contestação social que começa a se evidenciar aos finais da década de 20, estimulada pela rápida propagação dos ideais comunistas, socialistas e anárquicos no Brasil. De outro o organismo do Estado que enxerga nestes movimentos, o “que” de contestação de sua postura e trabalho social. O embate entre Estado junto à burguesia industrial versus proletariado se trava em vários meios: seja nas legislações trabalhistas que visavam fornecer ao Estado o quase total controle sobre a autonomia dos sindicatos e declinar o movimento proletariado, seja no projeto burguês de “modernização” do proletariado e controle sobre o mesmo, ou seja, na resistência dos trabalhadores. 
O jornalismo na era Vargas serviu como ponto de apoio para a manutenção do seu poder. Em novembro de 1937, após o golpe e a promulgação da Nova Constituição, a imprensa serviu para consolidar as diferenças nacionais. O artigo 122, no artigo 15, afirmava que todo cidadão tem o direito de manifestar o seu pensamento oralmente por escrito ou impresso. A Imprensa passou a ser regida através de uma Lei Especial. Entre os diversos artigos, destacam-se dois: a Imprensa exerce uma função de caráter público e nenhum jornal pode recusar a inserção de comunicados do Governo nas dimensões taxadas em Lei. 
A censura estava instituída oficialmente a partir de 1937. O Decreto de número 149 no 2º artigo dizia que “os jornais em quaisquer publicações periódicas cumprem contribuir, por meio de artigos, comentários, editoriais, e toda a espécie de noticiário para a obra de esclarecimento da opinião popular em torno dos planos de reconstrução material e reerguimento nacional”. (CONTINUA...)


1937...

Impossível não comentar sobre esse ano sem falar do Grande Golpe de 37, aqui no Brasil, que institucionalizou o período ditatorial de Getúlio Vargas. 

Antes de iniciar, deixo minha opinião pessoal: Getúlio não seguiu nenhuma ideologia - Esquerda ou Direita, mas também não o vejo afastado de nenhuma das duas em diversos momentos de seu longo governo!

O Golpe de 1937 instaurou o Estado Novo, em 10 de novembro de 1937. Getúlio Vargas havia sido alçado ao governo da nação em outubro de 1930, e havia cumprido o Governo Provisório entre os anos 1930 e 1934. Em 1934, foi estabelecida uma nova Constituição e a previsão de eleições para a presidência do país para o ano de 1938. Getúlio Vargas tornou-se presidente constitucional do país, em 1934; esse Governo Constitucional durou até o Golpe de 1937.

Em 1937, iniciaram-se as campanhas dos candidatos à sucessão presidencial. Candidataram-se ao pleito o governador do Estado de São Paulo, Armando de Sales Oliveira, o situacionista, José Américo de Almeida, e o presidente da Ação Integralista Brasileira, Plínio Salgado. Getúlio Vargas não respaldou politicamente nenhuma das candidaturas para as eleições de 1938, nem mesmo o candidato indicado para sucessor dele.

Essa campanha para a eleição presidencial acontecia em um período de turbulência política, estava em vigência o estado de guerra para coibir a atuação comunista no país. O estado de guerra tinha sido decretado em 1936 como repressão às Revoltas Comunistas de 1935. Desse modo, as campanhas também foram cerceadas pela censura e limitações políticas impostas pelo estado de guerra. Os opositores do governo de Vargas também foram alijados pelo estado de guerra. Getúlio Vargas pretendia manter-se no poder, por isso, durante as eleições, suscitou resistências regionais pela continuidade do governo dele em Pernambuco, Bahia e Rio Grande do Sul.

O fortalecimento e unificação do exército, promovidos pelo ministro da Guerra, Góis Monteiro, entre os anos de 1934 e 1935, foram necessários para a realização do Golpe de 1937. Para viabilizar esse intento de Góis Monteiro, foi estimulada a desarticulação do governo do Estado do Rio Grande do Sul, presidido por Flores da Cunha. Desde 1935, a atuação de Flores da Cunha à frente do governo gaúcho engendrava cisões no seio das forças armadas. O ministro da Guerra Eurico Gaspar Dutra (1936-1945) deu continuidade ao fortalecimento do exército nacional e à desarticulação do governo estadual de Flores da Cunha, que renunciou ao cargo.

Nesse período, a acusação de comunismo era um artifício político para propiciar a perseguição de oponentes. Dessa maneira, o então governador de Pernambuco, Lima Cavalcanti, foi acusado de envolvimento com o comunismo. Plínio Salgado também acusara de comunistas os demais candidatos à presidência da República. O “perigo vermelho” era uma forma de promover a instabilidade política e possibilitar um golpe militar.

Desde as Revoltas Comunistas de 1935 foram intensificadas as perseguições políticas aos militantes e intelectuais de esquerda que sofriam no cárcere. As militantes comunistas Olga Benário e Elisa Berger foram entregues à Gestapo, a polícia nazista, e outros militantes presos sofriam brutais torturas na prisão. O encarceramento não foi restrito aos comunistas e aos envolvidos nos Levantes de 1935, também foram presos intelectuais e políticos que não possuíam relação com esses movimentos. A despeito do impedimento da atuação dos comunistas no Brasil, esses continuaram a ser acusados de insuflarem sublevações no país.

Em setembro de 1937, começou a circular nas mídias de massas um documento falso engendrado pelos integralistas, o Plano Cohen. Nesse documento havia informações de que os comunistas pretendiam estimular insurreições para tomar o poder no Brasil. Apesar de evidentemente fictício, esse documento foi utilizado por Vargas como motivo para a decretação do estado de guerra, em 2 de outubro de 1937. O decreto do estado de guerra possibilitou a Getúlio Vargas fechar o Congresso Nacional e instituir uma nova Constituição baseada na constituição fascista da Polônia que por isso ficou conhecida como “polaca”, assim efetivando o Golpe de 10 de novembro de 1937. Esse golpe implantou o Estado Novo, regime no qual Getúlio Vargas atuou ditatorialmente.

Por Natália Rodrigues

Mestre em História (UERJ, 2016)
Graduada em História (UERJ, 2014)



Nos cinemas de 1937...

- BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES, da Disney
- HORIZONTE PERDIDO
- A GRANDE ILUSÃO
- A RUA DA VAIDADE
- VAMOS DANÇAR?
- HEIDI
- NO TEATRO DA VIDA

Dentre outros...



Na música internacional de 1937...

BENNY GOODMAN - Goodnight My Love
BING CROSBY - Blue Hawaii
BING CROSBY & JIMMY DORSEY ORCHESTRA - Too Marvelous For Words
EDDY DUCHIN - Moonlight And Shadows
EDDY DUCHIN - Pennies From Heaven
FRED ASTAIRE - The Way You Look Tonight
JEANETTE MCDONALD & NELSON EDDY - Indian Love Call
RAY NOBLE - I've Got You Under My Skin
TOMMY DORSEY - Marie

E na música nacional? Vamos conferir agora. Viajando para...1937!

Há 80 anos...

1) ORLANDO SILVA - Carinhoso
2) SILVIO CALDAS - Chão De Estrelas
3) DIRCINHA BATISTA - Periquito Verde
4) VICENTE CELESTINO - Coração Materno
5) JARARACA - Mamãe Eu Quero
6) FRANCISCO ALVES - Serra Da Boa Esperança
7) PATRÍCIO TEIXEIRA - Não Tenho Lágrimas
8) CASTRO BARBOSA - Lig Lig Lig Lé
9) LUIZ BARBOSA - Risoleta
10) ODETE AMARAL - Não Pago O Bonde
11) AURORA MIRANDA - E Foi Assim
12) CARLOS GALHARDO - E O Destino Desfolhou
13) GASTÃO FORMENTI - A Vida É Boa
14) ALMIRANTE - Vida Marvada
15) NUNO ROLAND - Amor Por Correspondência
16) BONFIGLIO DE OLIVEIRA - O Que Se Pode Arranjar
17) CARMEN MIRANDA - Eu Dei... (!)
18) JORGE FERNANDES - Meu Limão, Meu Limoeiro
19) JOEL & GAÚCHO - Batuque Na Cozinha
20) CARMEN BARBOSA - Carnaval Que Passou

MENÇÕES HONROSAS:

ALMIRANTE - Apanhei Um Resfriado
ALVARENGA & RANCHINHO - Seu Condutor
ARACY DE ALMEIDA - Eu Sei Sofrer
ARACY DE ALMEIDA & OS DIABOS DO CÉU - Qual O Quê?
AUGUSTO CALHEIROS - Foi Na Bahia
CARLOS GALHARDO - 24 Horas Sem Amor
CARLOS GALHARDO - A Você
CARLOS GALHARDO - Assim Acaba Um Grande Amor
CARLOS GALHARDO - Eu Sei De Alguém
CARLOS GALHARDO - Madame Pompadur
CARLOS GALHARDO - Mais Uma Valsa...Mais Uma Saudade!
CARLOS GALHARDO - Quanta Tristeza
CARMEN MIRANDA - Balancê
CARMEN MIRANDA - Camisa Listrada
CARMEN MIRANDA - Entra No Cordão
CARMEN MIRANDA - Me Dá, Me Dá
DÉO - Canta
DÉO - Perdi Meu Carinho
DIRCINHA BATISTA - Não Chora
DUPLA VERDE E AMARELO - Receita Médica
FRANCISCO ALVES - Ando Sofrendo
FRANCISCO ALVES - Misterioso Amor
FRANCISCO ALVES - Só Nós Dois No Salão (E Esta Valsa)
GASTÃO FORMENTI - Chorinho
GASTÃO FORMENTI - Coração, Por Que Soluçar?
GASTÃO FORMENTI - Maria Fulô
GEORGE FERNANDES - Se Voltares Um Dia
IRMÃS PAGÃS - Se Você Me Deixar
JARARACA - Lá Vem Você
JAYME VOGELER - Cuidado Com Essa Morena
JB DE CARVALHO - Alô, Boy!
JB DE CARVALHO - Bateu 5 Horas
JB DE CARVALHO - Eu Era Bem Feliz
JB DE CARVALHO - Falso Amor
JB DE CARVALHO - Não Sei Se Chorei
JB DE CARVALHO & CONJUNTO TUPY - Juro
JOEL & GAÚCHO - Mangueira
LAMARTINE BABO & SILVINO NETTO - Já Tirei Meu Chapéu
LUIZ BARBOSA - Já Paguei Os Meus Pecados
LUIZ BARBOSA - Lalá e Lelé
LUIZ BARBOSA - Quem Nunca Comeu Melado
LUIZ BARBOSA - Se Esta Rua Fosse Minha
MANOEL MONTEIRO - Amei Uma Cachopa
MANOEL REIS - Horas Tristes
MANOEL REIS - Murmúrios D' Alma
MANOEL REIS - O Que Sempre Senti Por Ti
NEIDE MARTINS - Arlequim
NEWTON TEIXEIRA - Quando Eu For Bem Velhinho
NUNO ROLANT - Enquanto O Luar Está Contente
ODETE AMARAL - Luar No Morro
ODETE AMARAL - Quem É Você?
ODETE AMARAL - Meu Veneno
ODETE AMARAL - Não Deixarei O Morro
ODETE AMARAL - Triste Fiquei
ORLANDO SILVA - Alegria
ORLANDO SILVA - Boêmio
ORLANDO SILVA - Caprichos Do Destino
ORLANDO SILVA - Ciúme Sem Razão
ORLANDO SILVA - Juramento Falso
ORLANDO SILVA - Lábios Que Beijei
ORLANDO SILVA - Rosa
SILVIO CALDAS - Arranha-Céu
SILVIO CALDAS - Amanheceu
SILVIO CALDAS - Cigana
VICENTE CELESTINO - Cinzas
VICENTE CELESTINO - Esquecimento
VICENTE CELESTINO - Fidelidade
VICENTE CELESTINO - Patativa
VITOR BACELAR - Formosa Mulher

"Carinhoso" é talvez a mais importante canção da música brasileira, e foi composta em 1917 por Pixinguinha e, posteriormente, recebeu letra de João De Barro. 

Orlando Silva conseguiu um grande sucesso ao gravá-la, e, como estava no auge em 1937, essa é a primeira posição com excelência!



CARINHOSO
Pixinguinha. João De Barro. 
Orlando Silva

Meu coração não sei por que
Bate feliz Quando te vê...
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo...
Mas mesmo assim, foges de mim...

Ah se tu soubesses como eu sou
Tão carinhoso e muito, muito
Que te quero... E como é sincero
Meu amor... Eu sei que tu não
Fugirias... Mais de mim...
Vem... Vem... Vem... Veeeem...
Vem sentir o calor dos lábios
Meus a procura dos teus...
Vem matar essa paixão...
Que me devora o coração...
Só assim então serei feliz...
Bem... Feliz..,




TH - Afago n'alma

domingo, 12 de novembro de 2017

TOPTULHO MUSICAL # 151!


Começando mais um TopTulho Musical, sempre com o que restou da boa música brasileira para vocês!

Pretensão cultural? Chamaria de revolta contra o excesso de monocultura que é apresentado atualmente pela mídia. 

Hoje vai ser uma edição curtinha, pois o TopTulho Do Passado será duplo: debulharemos, numa só edição, dois anos: 1935 e 1936! É só descer a barra de rolagem (se estiver no seu computador) ou arrastar o dedo (se estiver no móbile). 

Antes, porém, vamos ver como ficou nossa parada, que tem três estreias e um novo primeiro lugar. Não cheguei a comentar, mas os Tribalistas já estão há algum tempo com três músicas na parada, ao mesmo tempo! Muito raro isso acontecer!

E assim ficou a edição 151:

TOPTULHO MUSICAL - EDIÇÃO # 151! - 12/11/2017

1) PABLLO VITTAR & MATEUS CARRILHO - Corpo Sensual (+1) (4 Semanas)   
2) ZIZI POSSI - Faltavam Seus Olhos (-1) (5 Semanas)  
3) FREJAT - Tudo Se Transforma (+4) (5 Semanas)   
4) TIÊ - Amuleto (-1) (8 Semanas) 
5) PATO FU - Palco (-1) (7 Semanas)   
6) IVETE SANGALO - Simples Assim (+2) (4 Semanas)
7) TRIBALISTAS - Diáspora (-2) (7 Semanas)         
8) VANESSA DA MATA - Orgulho E Nada Mais (+1) (4 Semanas)   
9) GAL COSTA, GILBERTO GIL & NANDO REIS - Tocarte (+1) (2 Semanas)
10) NANDO REIS - Nos Seus Olhos (-4) (8 Semanas)   
11) SILVA - Amor I Love You (+3) (3 Semanas) 
12) CHICO BUARQUE & RAFAEL MIKE - As Caravanas (+3) (2 Semanas)  
13) URBANA LEGION - Mariane 2 (+4) (3 Semanas) 
14) TRIBALISTAS - Fora Da Memória (+2) (3 Semanas)
15) ELZA SOARES & PITTY - Na Pele (-3) (12 Semanas)  
16) PATO FU - Severina Xique-Xique (ESTREIA)
17) DANIELA MERCURY - Banzeiro (ESTREIA)
18) GABRIEL PENSADOR - Tô Feliz, Matei O Presidente 2 (ESTREIA)
19) TRIBALISTAS - Aliança (-6) (11 Semanas) 
20) CHICO BUARQUE - Tua Cantiga (-9) (14 Semanas)  

Saem:

NATIRUTS - Na Positiva (5 Semanas. Maior posição: 05)
VANESSA DA MATA & BAIANA SYSTEM - Gente Feliz (Sinceridade) (11 Semanas. Maior posição: 04) 
PROJOTA & ANAVITÓRIA - Linda (8 Semanas. Maior posição: 07)

O ano foi dele? Pro desespero de uns e delete de outros, sim. Há quem critique o tipo de música, a voz, e, por preconceito, a artista, mas o fato é que Pabllo Vittar verdadeiramente causou em 2017!

Sua música "KO" dominou o ano, e agora chegou a vez da gente ver o polêmico clipe "Corpo Sensual", em que dá beijos em Mateus Carrilho, vocalista da Banda Uó! 

Curiosidade: apesar de ter feito muito sucesso, "KO" não chegou à liderança do TopTulho, enquanto "Corpo Sensual" hoje consegue esse feito!


CORPO SENSUAL
Pabllo Vittar & Mateus Carrilho

Mandando ver, no vício da batida 
Querendo se envolver 
No estilo diferente, que prende e dá prazer 

Eu sei que logo sente, te faz enlouquecer 
Faço ferver 

Mandando ver, no vício da batida 
Querendo se envolver 
No estilo diferente, que prende e dá prazer 
Eu sei que logo sente, te faço enlouquecer 
Faço ferver

Vai passar mal
Viro sua mente com meu corpo sensual 
Minha boca é quente, vem 
Não tem igual 
Tá todo carente no pedido informal 
Vai passar mal

Vai passar mal
Viro sua mente com meu corpo sensual 
Minha boca é quente, vem 
Não tem igual 
Tá todo carente no pedido informal 
Vai passar mal

Mandando ver, no vício da batida 
Querendo se envolver 
No estilo diferente, que prende e dá prazer 
Eu sei que logo sente, te faço enlouquecer 
Faço ferver

Mandando ver, no vício da batida 
Querendo se envolver 
No estilo diferente, que prende e dá prazer 
Eu sei que logo sente, te faço enlouquecer 
Faço ferver

Vai passar mal
Viro sua mente com meu corpo sensual 
Minha boca é quente, vem 
Não tem igual 
Tá todo carente no pedido informal 
Vai passar mal

Vai passar mal
Viro sua mente com meu corpo sensual 
Minha boca é quente, vem 
Não tem igual 
Tá todo carente no pedido informal 
Vai passar mal

Vai passar mal
Viro sua mente com meu corpo sensual 
Minha boca é quente, vem 
Não tem igual 
Tá todo carente no pedido informal 
Vai passar mal

Vai passar mal
Viro sua mente com meu corpo sensual 
Minha boca é quente, vem 
Não tem igual 
Tá todo carente no pedido informal 
Vai passar mal...



Hoje a gente inova e apresenta um TopTulho Musical Do Passado duplo, debulhando dois anos de uma só vez! Vamos conferir AGORA!



Antes de começar a debulhar os anos de 1935 e 1936, a gente vai ver mais um trecho do texto-geral sobre os anos 30 no Brasil!

DÉCADA DE 30 - OS ANOS DE INCERTEZA
Fátima Mendes Carvalho - Parte VI

A situação política do país continuava agitada no início de 1935: inúmeras greves deflagradas e manifestações integralistas que se tornavam cada vez mais audaciosas. O governo respondeu propondo, no início de 1935, uma Lei de Segurança Nacional (LSN), aprovada pelo Congresso com o voto dos liberais, da lavra do ministro da Justiça, Vicente Rao, e dos interventores estaduais, está subscrita por cento e quinze parlamentares, que “define crimes contra a ordem política e social, estabelecendo as respectivas penalidades, o processo competente, e prescrevendo normas para a cassação de naturalização”.
A lei definiu os crimes contra a ordem política e social, incluindo entre eles: a greve de funcionários públicos; a provocação de animosidade nas classes armadas; a incitação de ódio entre as classes sociais; a propaganda subversiva; a organização de associações ou partidos com o objetivo de subverter a ordem política ou social por meios não permitidos em lei. A oposição a chamava Lei Monstro, especialmente entre os militares, e o comandante Roberto Sisson chegou a escrever uma “Carta aberta à Marinha de Guerra”, alertando contra a lei. Reunidos no Clube Militar, oficiais lançaram um “Manifesto à nação” em que consideravam o projeto de lei uma ameaça às liberdades públicas com o que se pretendia “amordaçar a consciência nacional”. Exigiam das Forças Armadas “uma atitude de coerência com suas tradições de defensoras eternas do povo oprimido, em todas as horas críticas de nossa história”. O Exército e a Marinha combateriam, pois, ao lado do povo, a Lei de Segurança Nacional. O movimento operário também se mobilizou, denunciando: Companheiros, a LSN é a maior e mais hedionda ameaça que já pesou sobre os trabalhadores. (...) Não teremos sequer o direito de pensar em voz alta (...) nossas conquistas mínimas serão destruídas. As nossas reivindicações se tornarão irrealizáveis se persistirmos em permanecer isolados. Tudo será diferente se nos UNIRMOS! A perspectiva de aprovação da lei contribuiu para a formação da ANL, que não seria, segundo seus organizadores, um partido político, mas um movimento popular, nascido da necessidade em que se acham os brasileiros de emanciparem-se economicamente do jugo estrangeiro e libertarem-se da Lei Monstro, já em votação no Parlamento. 
Constitui uma frente ampla com o apoio das forças populares da esquerda, em que se reuniram representantes de diferentes correntes políticas, socialistas, comunistas, católicos e democratas, de diferentes setores sociais, proletários, intelectuais, profissionais liberais e militares, e de setores progressistas, sendo contrária a todos os regimes totalitários de direita. Preconiza a criação de um Estado democrático e popular e surge para combater os integralistas e a direita situacionista. Seus integrantes são atraídos por um programa que propõe a luta contra o fascismo, o imperialismo, o latifúndio e a miséria. Transforma-se, assim como a ABI, num grande movimento de massas populares. Luís Carlos Prestes foi escolhido como presidente de honra da entidade. As duas agremiações, representando pólos opostos, conspiram cada uma a seu modo, contra o frágil Estado liberal e contribuem para tornar tenso o quadro político. Os integralistas e comunistas vão se enfrentar mortalmente ao longo dos anos 30. Os dois movimentos tinham, entretanto, pontos em comum: a crítica ao Estado liberal, a valorização do partido único e o culto à personalidade do líder. Não por acaso houve certa circulação de militantes que passaram de uma organização para a outra.
O governo reage ao clima de radicalização política e insatisfação popular dando início a prisão de inúmeros cidadãos, entre os quais, jornalistas e funcionários da imprensa. 
Os movimentos de massas populares ameaçavam de fato os interesses das oligarquias e do capital estrangeiro. Por isso, o Governo teve o apoio quase total do Parlamento e, naturalmente, dos integralistas para a LEI MONSTRO, apesar dos protestos da minoria parlamentar, do Clube Militar, da Associação Brasileira de Imprensa e dos Sindicatos. “Entraremos em estado de sítio permanente. Desaparecerá a liberdade de crítica”, previa um manifesto do Sindicato de Bancários. No dia 11 de julho, o Governo fechou os núcleos nacionais da ANL, iniciando severa repressão aos seus membros e simpatizantes.
Após o fechamento, as facções de esquerda da ANL, onde predominavam os comunistas, decidiram organizar uma insurreição sob a direção de Prestes, que acabara de voltar do exílio para o País, e de dirigentes comunistas estrangeiros. O golpe foi deflagrado no dia 23 de novembro de 1935, em Natal, onde os revoltosos chegaram a constituir uma junta governativa, que permaneceu no poder apenas por quatro dias. O movimento só eclodiu em Recife e Olinda no dia seguinte e, no Rio de Janeiro, no dia 27 de novembro, sendo os revoltosos, na Escola de Aviação e no 3º Regimento de Infantaria, intensamente bombardeados até a rendição final.
A insurreição foi facilmente sufocada pelo Governo, que através da infiltração de elementos de Segurança Pública, soube com antecedência de sua preparação. Graças a infiltração, mas também ao aventureirismo e a falta de organização dos conspiradores, os chefes militares conseguiram precipitar o início do movimento em Natal, sem o conhecimento dos revoltosos em outros estados. No Rio de Janeiro, os militares preferiram esperar pela eclosão da revolta, pois assim teriam motivos mais fortes para justificar o endurecimento do regime. Diversos militares morreram.
O fracasso da insurreição, conhecida como “Intentona Comunista”, deu margens a que o Governo desencadeasse uma intensa perseguição às forças populares de oposição. Muitas pessoas foram presas, entre as quais Luiz Carlos Prestes, além de políticos e intelectuais de oposição que sequer sabiam da preparação do movimento. A alemã Olga Benaro, mulher de Prestes, foi entregue à Gestapo, a polícia secreta de Hitler. Era acusada de ser comunista e judia! A repressão aos comunistas tornava-se pretexto para a decretação de novas medidas de exceção, com o consentimento das oligarquias, passando o país a viver em permanente estado de sítio.
Em meados de 1936, as forças mais intransigentes de oposição estavam enfraquecidas, o que propiciou novo aguçamento nas disputas das classes dominantes.
As facções burguesas e oligárquicas de oposição duvidavam da fidelidade do presidente ao calendário eleitoral, que marcava as próximas eleições diretas para 1938. Os setores de oposição da burguesia paulista, em especial, não descartavam também a possibilidade de retomar a hegemonia política nacional. Por isso, um ano e meio antes das eleições presidenciais, o Partido Constitucionalista, continuador do Partido Democrático, lançou o apoio do PRM, do governador do Rio Grande do Sul, Flores da Cunha, e de facções da oligarquias fluminenses e de outros estados, a candidatura de Armando de Salles Oliveira. Formaram a União Democrática Brasileira, cujos objetivos principais eram a realização de um programa econômico conservador e a defesa da autonomia estadual.
Semanas depois era lançada, aparentemente sob o patrocínio de Vargas, a candidatura do paraibano José Américo de Almeida, apoiado pelo Partido Republicano e pelo Partido Libertador do Rio Grande do Sul, pelo PRP, pelo governo de Minas Gerais e pela maioria das oligarquias nordestinas, embora apresentasse intenções nacionalistas e populares. Um terceiro candidato era o integralista Plínio Salgado, jornalista, intelectual e filósofo brasileiro que ajudou a fundar a Ação Integralista Brasileira, tornando-se o chefe deste movimento nacional. 
A rearticulação, sobretudo a paulista, ameaçava recriar no país a situação que existiu até 1930, colocando em risco as pretenções “modernistas-conservadoras” dos grupos dominantes. Os representantes principais destes grupos eram o chefe do Estado Maior do Exercito, general Góes Monteiro, e o chefe de Polícia do Distrito Federal, Filinto Muller. Por isso, eles decidiram tramar um golpe de estado. (CONTINUA...)


1935...

Sob a chefia de Herman Goering, a ultramoderna força aérea da Alemanha nazi, a Luftwaffe, é organizada secretamente, isto apesar da proibição imposta pelo Tratado de Versalhes assinado na sequência da Primeira Guerra Mundial.

O engenheiro e físico britânico sir Watson Watt patenteia o radar, que viria a ter um papel importantíssimo durante a II Guerra Mundial na detecção de ataques inimigos e que ainda hoje é uma tecnologia imprescindível na aviação quer civil, que militar.

No Brasil:

- É assinado o Acordo Comercial Brasil-Estados Unidos em Washington.
- A Lei de Segurança Nacional é sancionada pelo presidente Getúlio Vargas,
- Presidente Getúlio Vargas cria o programa de rádio, Hora do Brasil, transmitido obrigatoriamente para todo o país.
- O Estado de Sítio em todo o país é aprovado pelo Congresso Nacional do Brasil, no Rio de Janeiro.

Nos cinemas de 1935:

OS MISERÁVEIS
A NOIVA DE FRANKSTEIN
O DENUNCIANTE
PERIGOSA DAMA
O PICOLINO
A PEQUENA ÓRFÃ
CAPITÃO BLOOD
SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO
ELA, A FEITICEIRA
ANNA KARENINA

dentre outros!

Na música internacional de 1935:

BING CROSBY - June In January
CARLOS GARDEL - Cortina De Veludo
CARLOS GARDEL - El Dia Que Me Quieras
DORSEY BROTHERS ORCHESTRA - Lullaby Of Broadway
EDDY DUCHIN - I Only Have Eyes For You
EDDY DUCHIN - Lovely To Look At
ETHEL MERMAN - I Get A Kick Out Of You
FRED ASTAIRE - Flying Down To Rio
GRACE MOORE - One Night Of Love
LEO REISMAN & HAROLD ARLEN - Stormy Weather
LUCIENE BOYER - Hands Across The Table
LUCIENE BOYER - Parmez-moi D' Amour
NELSON EDDY - Ah! Sweet Mystery Of Life!
PAUL WHITMAN - Smoke Gets In Your Eyes (AMO!)
RAY NOBLE - Isle Of Capri
SYLVINHA MELLO - Mariblanca

E na música nacional? A gente confere...AGORA!

Há 82 anos...

1) SILVIO CALDAS - Minha Palhoça
2) CARMEN MIRANDA - Sonho De Papel
3) DIRCINHA BATISTA - Meu Moreno
4) FRANCISCO ALVES - Foi Ela
5) JOÃO PETRA DE BARROS - Feitiço Da Vila
6) MÁRIO REIS - Adeus, Saudade!
7) ALMIRANTE - Deixe a Lua Sossegada
8) ORLANDO SILVA - A Última Estrofe
9) NOEL ROSA - Conversa De Botequim
10) AUGUSTO CALHEIROS - Falando Ao Teu Retrato
11) CARMEN MIRANDA & OS DIABOS DO CÉU - Anoiteceu
12) VICENTE CELESTINO - Ouvindo-Te
13) BANDO DA LUA - Mangueira
14) MOACYR BUENO ROCHA - Naquela Noite Fria
15) JOEL & GAÚCHO - O Chapéu É Quem Diz
16) SONIA CARVALHO - Adeus
17) ARACY DE ALMEIDA - Palpite Infeliz
18) AURORA MIRANDA - Meu Branco
19) GASTÃO FORMENTI - Joia Falsa
20) PATRÍCIO TEIXEIRA - Sabor Do Samba

MENÇÕES HONROSAS:

ALMIRANTE - Pensei Que Pudesse Te Amar
AURORA MIRANDA - Onde Está Seu carneirinho?
ASCENDINO LISBOA - Quando A Noite Vem
BANDO DA LUA - É Do Barulho!
BANDO DA LUA - Menina Que Pinta O Sete
CARMEN BARBOSA - Quando Lembrares Desse Amor
CARMEN BARBOSA - Vejo O Sol No Horizonte
CARMEN MIRANDA - Adeus Batucada
CARMEN MIRANDA - Comigo Não
CARMEN MIRANDA - Foi Numa Noite Assim
CARMEN MIRANDA - Fogueira Do Meu Coração
CARMEN MIRANDA - Por Você Fiz O Que Pude
CARMEN MIRANDA - Queixas De Colombina
CARMEN MIRANDA - Recadinho De Papai Noel
CARMEN MIRANDA - Tic Tac Do Meu Coração
CARMEN MIRANDA - Você É Bamba
FLORIANO BOLHAM - Vestido De Lágrimas
FRANCISCO ALVES - A Melhor Das Três
FRANCISCO ALVES - Grau Dez
FRANCISCO ALVES - Ilha De Capri
FRANCISCO ALVES - Linda Mulher
FRANCISCO ALVES - Olhando O Céu Todo Enfeitado
FRANCISCO ALVES - Você Chegou
GASTÃO FORMENTI - Eternamente
GASTÃO FORMENTI - Vingança
JAIME BRITO - Bicho Papão
JANUÁRIO DE OLIVEIRA - Meu Destino
JAYME VOGELER - As Lágrimas Rolavam
JOÃO PETRA DE BARROS - A Noite É Nova
JOÃO PETRA DE BARROS - Beijo Mascarado
JOÃO PETRA DE BARROS - Foi No Teu Olhar
JOÃO PETRA DE BARROS - Linda Pequena
JOÃO PETRA DE BARROS & AURORA MIRANDA - De Madrugada
JOEL & GAÚCHO - Estão Batendo
JORGE FERNANDES - Minha Terra
MÁRIO REIS - Esse Samba Foi Feito Pra Você
MÁRIO REIS - Linda Mimi
MÁRIO REIS - Parei Contigo
MÁRIO REIS - Rasguei A Minha Fantasia
ORLANDO SILVA - Apoteose Do Amor
ORLANDO SILVA - Chora Cavaquinho
ORLANDO SILVA - Já É De Madrugada
ORLANDO SILVA - Lágrimas
ORLANDO SILVA - Olha a Baiana
ORLANDO SILVA - Para Deus Somos iguais
PATRÍCIO TEIXEIRA - Sabor De Samba
RAUL TORRES - A Cuíca Tá Roncando
RAUL TORRES - Dona Boa (!)
SILVIO CALDAS - Arrependimento
SILVIO CALDAS - Boneca
SILVIO CALDAS - Coração Ingrato
SILVIO CALDAS - Há Um Segredo Em Teus Cabelos
SILVIO CALDAS - Inquietação
SILVIO CALDAS - Nunca Mais
SILVIO CALDAS - Por Causa Dessa Cabocla
SILVIO CALDAS - Serenata
SILVIO CALDAS - Torturante Ironia
VICENTE CELESTINO - E Nada Mais!
VICENTE CELESTINO - Rasguei Teu Retrato

Primeiro lugar vai pro samba de Silvio Caldas, esse grande cantor e compositor brasileiro que estava no auge absoluto em 1935 - é só ver quantos sucessos ele tinha nas "menções honrosas".!

Esse sucesso é um hino do cancioneiro brasileiro, que você confere agora!


MINHA PALHOÇA
Silvio Caldas

Se você quisesse morar na minha palhoça
Lá tem troça, se faz bossa
Fica lá na roça à beira do riachão
E à noite tem um violão
Uma roseira cobre a banda da varanda
E ao romper da madrugada
Vem a passarada abençoar nossa união

Tem um cavalo
Que eu comprei em Pernambuco
E não estranha a pista
Tem jornal, lá tem revista
Uma kodak para tirar nossa fotografia
Vai ter retrato todo dia
Um papagaio que eu mandei vir do Pará
Um aparelho de rádio-batata
E um violão que desacata

Se você quisesse morar na minha palhoça
Lá tem troça, se faz bossa
Fica lá na roça à beira do riachão
E à noite tem um violão
Uma roseira cobre a banda da varanda
E ao romper da madrugada
Vem a passarada abençoar nossa união

Tem um pomar
Que é pequenino, é uma tetéia, é mesmo uma gracinha
Criação, lá tem galinha
Um rouxinol que nos acorda ao amanhecer
Isso é verdade podes crer
A patativa quando canta faz chorar
Há uma fonte na encosta do monte
A cantar chuá-chuá.



Agora a gente vai para 1936!

- Na sequência da morte de Jorge V, Eduardo VIII sobe ao trono inglês.
- Albert Sarraut forma governo em França após a queda de Pierre Laval devido à indignação pública da sua política para com a Itália.
- A Frente Popular vence as eleições espanholas e Manuel Azaña torna-se primeiro ministro e restabelece a Constituição de 1931.
- Koki Hirota torna-se presidente do conselho de ministros do Japão na sequência de um golpe militar.
- A Alemanha ocupa militarmente a zona desmilitarizada do Reno violando assim o Tratado de Versalhes.
- É iniciada a Guerra Civil em Espanha, que viria a durar quase 3 anos, terminando com a vitória dos nacionalistas liderados pelo General Franco. 



Nos cinemas de 1936:

ADVERSIDADE
RITMO LOUCO
A DAMA DAS CAMÉLIAS
IRENE, A TEIMOSA
FOGO DE OUTONO
TEMPOS MODERNOS
FLASH GORDON
AS TRêS PEQUENAS
FÚRIA

Na música internacional de 1936:

ALL BOWLY & RAY NOBLY ORCHESTRA - Blue Moon
BENNY GOODMAN - Glory Of Love
BENNY GOODMAN - Goody-Goody
EDDY DUCHIN - Cheek To Cheek
EDDY DUCHIN - Night & Day
FRED ASTAIRE - The Piccolino
GLEN GREY - Blue Moon
GUY LOMBARDO - I’m Sitting High On A Hilltop 
LEO REISMAN - The Continental (You Kiss While You’re Dancing)
RICHARD HIMBER - Just One Of Those Things
TOMMY DERSEY - San Francisco
XAVIER CUGAT - Beguine The Beguine
XAVIER CUGAT - Lady In Red

E na nacional, a gente confere...AGORA!

Há 81 anos...

1) JOEL & GAÚCHO - Pierrot Apaixonado
2) VICENTE CELESTINO - O Ébrio
3) ORLANDO SILVA - Mágoas De Caboclo
4) FRANCISCO ALVES - É Bom Parar
5) CARMEN MIRANDA & LUIZ BARBOSA - No Tabuleiro Da Baiana
6) BANDO DA LUA - Maria Boa
7) ALMIRANTE - Tarzan
8) SILVIO CALDAS - Teus Ciúmes
9) CARLOS GALHARDO - Italiana
10) ARACY DE ALMEIDA - O X Do Problema
11) NOEL ROSA & MARÍLIA BATISTA - Cem Mil Réis
12) LUPERCE MIRANDA - Foi Um Sonho
13) AUGUSTO CALHEIROS - Flor Do Sertão
14) SONIA CARVALHO - A Infelicidade Me Persegue
15) CARMEN MIRANDA - Querido Adão
16) DIRCINHA BATISTA - Pirata
17) ALZIRINHA CAMARGO - Buenos Ayres Amigo
18) DÉO - Cantando
19) MÁRIO REIS - Menina, Eu Sei De Uma Coisa
20) ALCIDES GONÇALVES - Pergunta a Meus Tamancos

MENÇÕES HONROSAS:

ALCIDES GONÇALVES - Triste História
ALMIRANTE - Amor Em Excesso
ALMIRANTE - Levei Um Bolo
ALMIRANTE - Marchinha Do Grande Galo
ALZIRINHA CAMARGO - Querido Adão
ALZIRINHA CAMARGO - Ritmo Do Coração
ARACY DE ALMEIDA - Já Faz Um Ano
ARACY DE ALMEIDA - Manda Embora Essa Tristeza
ARACY DE ALMEIDA - Não Quero Mais
ARACY DE ALMEIDA - Só Pode Ser De Você
AURORA MIRANDA - Bibelô
AURORA MIRANDA - Seja Feliz
BANDO DA LUA - Que É Que Maria Tem?
CARLOS GALHARDO - A Você
CARLOS GALHARDO - Apenas tu
CARLOS GALHARDO - Cartinha Cor De Rosa
CARLOS GALHARDO - Quanta Tristeza
CARLOS GALHARDO - Rei Vaganundo
CARLOS GALHARDO - Sonhos Azuis
CARMEN MIRANDA - Cantores Do Rádio
CARMEN MIRANDA - Como Vaes Você
CARMEN MIRANDA - Fala, Meu Pandeiro
CARMEN MIRANDA - Sambista Da Cinelândia
CARMEN MIRANDA - Você Não Tem Pena
DÉO - O Amor Que Já Passou
DÉO - Vendedora De Flores
DUPLA PRETO E BRANCO - Passado, Presente, Futuro
FERNANDO LOBO - Pare, Olhe, Escute
FRANCISCO ALVES - A.M.E.I.
FRANCISCO ALVES - Boa Noite, Amor 
FRANCISCO ALVES - Comprei uma Fantasia De Pierrot
FRANCISCO ALVES - Favela
FRANCISCO ALVES - Já Não É Mais Aquela
FRANCISCO ALVES - Longe Dos Olhos
FRANCISCO ALVES - O Samba Que Eu Queria
FRANCISCO ALVES - Sem Ela
FRANCISCO ALVES - Vai Meu Samba
IRMÃS PAGÃS - Não Beba Tanto Assim
JANUÁRIO DE OLIVEIRA - Tristezas De São João
JANUÁRIO DE OLIVEIRA & ARNALDO PESCUMA - Mulatinha Da Caserna
JANUÁRIO DE OLIVEIRA & ARNALDO PESCUMA - Paulistinha Querido
LAMARTINE BABO - Janette
MÁRIO REIS - Vai-Te Embora
NESTOR AMARAL - Duas Lágrimas
ORLANDO SILVA - Dama Do Cabaré
ORLANDO SILVA - Foi Você
ORLANDO SILVA - Fui Feliz
ORLANDO SILVA - História Joanina
ORLANDO SILVA - Pela Primeira Vez
PARAGUASSU - Lua Cheia
RAUL TORRES - Macumbeiro (!)
SILVIO CALDAS - Madrugada
SILVIO CALDAS - Saudade Dela
SILVIO CALDAS - Um Caboclinho Abandonado
SONIA CARVALHO - Eu Vivia No Morro
SONIA CARVALHO - S.O.S.
VICENTE CELESTINO - Abismo De Amor
VICENTE CELESTINO - Em Delírio


A dupla vocal Joel & Gaúcho (de marchinhas) alcançaram um grande destaque em 1936, merecendo, assim, a liderança da parada! Vamos conferi-los?

Autoria de Noel Rosa. 



PIERROT APAIXONADO
Joel & Gaúcho. 
Noel Rosa/ Heitor Dos Prazeres


Um pierrô apaixonado
Que vivia só cantando
Por causa de uma colombina
Acabou chorando, acabou chorando

A colombina entrou num butiquim
Bebeu, bebeu, saiu assim, assim

Dizendo: pierrô cacete
Vai tomar sorvete com o arlequim

Um grande amor tem sempre um triste fim
Com o pierrô aconteceu assim
Levando esse grande chute
Foi tomar vermute com amendoim...



TH - Esse deu trabalho de fazer!! Ufa!

domingo, 5 de novembro de 2017

TOPTULHO MUSICAL # 150!


Bem vindo, Novembro! Mês do aniversário do TopTulho Musical! Claro que teremos uma edição especial para comemorar, e será a 153, que irá ao ar dia 26! 

Mas essa também é especial, afinal, é a 150ª edição! 150 paradas da resistência e fico muito feliz por ter conseguido levar tanta música brasileira boa ao longo de todo esse tempo! E agora, com essa fase interativa, conto com a ajuda de vocês!

Como todo primeiro TopTulho do mês, hoje atualizamos o ranking dos TopTulhos Especiais, com a chegada de Simone, que estreia direto na 21ª posição, pois obteve 99 visualizações no seu TopTulho Especial, apresentado semana passada! 

RANKING - TOPTULHOS ESPECIAIS

1) MARINA LIMA - 1434 Visualizações (Setembro/16)
2) GILBERTO GIL - 1336 Visualizações (Outubro/16)
3) GONZAGUINHA - 1269 Visualizações (Agosto/16)
4) MILTON NASCIMENTO - 1267 Visualizações (Novembro/16)
5) RAUL SEIXAS - 1162 Visualizações (Julho/16)
6) CÁSSIA ELLER - 1048 Visualizações (Dezembro/16)
7) ELBA RAMALHO - 987 Visualizações (Junho/16)
8) KID ABELHA - 818 Visualizações (Maio/16)
9) ADRIANA CALCANHOTTO Visualizações - 630 (Fevereiro/17)
10) TOM JOBIM - 620 Visualizações (Janeiro/17)
11) MARISA MONTE - 510 Visualizações (Abril/16)
12) DJAVAN - 509 Visualizações (Março/17)
13) RENATO RUSSO - 316 Visualizações (Março/16)
14) ANA CAROLINA - 232 Visualizações (Abril/17)
15) ALCEU VALENÇA - 164 Visualizações (Junho/17)
16) ELIS REGINA - 135 Visualizações (Janeiro/16)
17) NANA CAYMMI - 132 Visualizações (Setembro/17) 
18) RITA LEE - 124 Visualizações (Novembro/15) 
19) NEY MATOGROSSO - 119 Visualizações (Fevereiro/16)
20) GUILHERME ARANTES - 117 Visualizações (Maio/17)
21) SIMONE - 99 Visualizações (Outubro/17)
22) IVAN LINS - 95 visualizações (Julho/17)
23) CAZUZA - 84 Visualizações (Julho/15)
24) LUIZ MELODIA - 83 visualizações (Agosto/17)
25) MARIA BETHâNIA - 81 Visualizações (Junho/15)
26) CHICO BUARQUE - 67 Visualizações (Outubro/15)
27) CAETANO VELOSO - 65 Visualizações (Setembro/15)
28) GAL COSTA - 60 Visualizações (Agosto/15)
29) ZIZI POSSI - 59 Visualizações (Maio/15)

Hoje os destaques ficam para Pato Fu e Caetano Veloso. "Ué, mas não tem nenhuma música na parada do Caetano?". Verdade, mas eu não poderia deixar de me posicionar contra a censura sofrida por ele na última segunda-feira, em São Bernardo Do Campo, com a juíza proibindo sua apresentação no terreno ocupado pelos Sem Terra, Independente de liberação por alvará e dos motivos (inócuos) fundamentados pela juíza, a proibição conclui-se como uma consequência do abalo da Democracia, iniciado com o impeachment infundado da Presidenta Dilma Roussef, ano passado. A partir disto, só temos vistos atos arbitrários com mais frequência, e não tem como não remeter à Ditadura, pois a história está completamente se repetindo!

Por isso, o TopTulho dá apoio irrestrito a Caetano, que foi lá, com uma comissão de frente assobiável (Sonia Braga, Aline Moraes, Letícia Sabatella, Marina Person...) e conseguiu mandar seu recado, mesmo censurado. Como simpatizante da causa dos Sem Terra e dos princípios constitucionais da Dignidade Da Pessoa Humana e dos Direitos Humanos em geral, deixo o hino "É Proibido Proibir", que o mesmo Caetano entoou com força no fim da década de 60, de maneira a afrontar a Ditadura daquele período, que se verifica travestida na atualidade, de igual maneira!

Participação especialíssima dos Mutantes!


É PROIBIDO PROIBIR
Caetano Veloso e Os Mutantes

A mãe da virgem diz que não
E o anúncio da televisão
Estava escrito no portão
E o maestro ergueu o dedo
E além da porta
Há o porteiro, sim...

E eu digo não
E eu digo não ao não
Eu digo:
É! -- proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir...

Me dê um beijo, meu amor
Eles estão nos esperando
Os automóveis ardem em chamas
Derrubar as prateleiras
As estantes, as estátuas
As vidraças, louças, livros, sim...

E eu digo sim
E eu digo não ao não
E eu digo:
É! -- proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir...
(falado)
Caí no areal na hora adversa que Deus concede aos seus
para o intervalo em que esteja a alma imersa em sonhos
que são Deus.
Que importa o areal, a morte, a desventura, se com Deus
me guardei
É o que me sonhei, que eterno dura
É esse que regressarei.

Me dê um beijo meu amor
Eles estão nos esperando
Os automóveis ardem em chamas
Derrubar as prateleiras
As estátuas, as estantes
As vidraças, louças, livros, sim...

E eu digo sim
E eu digo não ao não
E eu digo: É!
Proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir
É proibido proibir...


Depois desse protesto requentado e válido, vamos ver como ficou a edição de hoje do TopTulho! Tem Zizi Possi conquistando a liderança e as estreias de Chico Buarque com Rafael Mike ("As Caravanas") e dos "novos Tribalistas": Gal Costa, Gilberto Gil e Nando Reis, o "Trio De Ases", com a ótima "Tocarte". Quem nos deixa hoje são Os Paralamas Do Sucesso e Johnny Hooker com Liniker. 

TOPTULHO MUSICAL - EDIÇÃO # 150 - 05/11/2017

1) ZIZI POSSI - Faltavam Seus Olhos (+3) (4 Semanas)  
2) PABLLO VITTAR & MATEUS CARRILHO - Corpo Sensual (+6) (3 Semanas)         
3) TIÊ - Amuleto (-2) (7 Semanas)   
4) PATO FU - Palco (+1) (6 Semanas)  
5) TRIBALISTAS - Diáspora (-2) (6 Semanas) 
6) NANDO REIS - Nos Seus Olhos (-4) (7 Semanas)  
7) FREJAT - Tudo Se Transforma (+3) (4 Semanas)        
8) IVETE SANGALO - Simples Assim (+4) (3 Semanas)
9) VANESSA DA MATA - Orgulho E Nada Mais (+5) (3 Semanas)   
10) GAL COSTA, GILBERTO GIL & NANDO REIS - Tocarte (ESTREIA)
11) CHICO BUARQUE - Tua Cantiga (-4) (13 Semanas)  
12) ELZA SOARES & PITTY - Na Pele (-3) (11 Semanas)  
13) TRIBALISTAS - Aliança (-7) (10 Semanas) 
14) SILVA - Amor I Love You (+2) (2 Semanas)
15) CHICO BUARQUE & RAFAEL MIKE - As Caravanas (ESTREIA) 
16) TRIBALISTAS - Fora Da Memória (+1) (2 Semanas)
17) URBANA LEGION - Mariane 2 (+3) (2 Semanas)
18) NATIRUTS - Na Positiva (-3) (5 Semanas)
19) VANESSA DA MATA & BAIANA SYSTEM - Gente Feliz (Sinceridade) (-6) (11 Semanas) 
20) PROJOTA & ANAVITÓRIA - Linda (-9) (8 Semanas)

Saem: 

OS PARALAMAS DO SUCESSO - Sinais Do Sim (11 Semanas. Maior posição: 08) 
JOHNNY HOOKER & LINIKER - Flutua (11 Semanas. Maior posição: 05)  

Retomando a bem-sucedida brincadeira de tocar músicas antigas com instrumentos para crianças, o Pato Fu lançou o "Música Para Brinquedo 2", que tem, dentre seus sucessos, "Severina Xique-Xique" (que está quase estreando aqui), e "Palco", clássico de Gilberto Gil, que já está há seis semanas conosco e hoje alcança a quarta posição! Destaque merecido!


PALCO
Gilberto Gil. Versão: Pato Fu

Meow
Meow Meow Meow...

Subo nesse palco, minha alma cheira a talco
Como bumbum de bebê, de bebê
Minha aura clara, só quem é clarividente pode ver
Pode ver

Trago a minha banda, só quem sabe onde é Luanda
Saberá lhe dar valor, dar valor
Vale quanto pesa prá quem preza o louco
bumbum do tambor
Do tambor

Fogo eterno pra afugentar
O inferno pra outro lugar
Fogo eterno pra consumir
O inferno, fora daqui
Fora daqui
Fora daqui

Venho para a festa, sei que muitos têm na testa
O deus-sol como um sinal
um sinal
Eu como devoto trago um cesto de alegrias de quintal
De quintal

Há também um cântaro
quem manda é Deus a música
Pedindo pra deixar
pra deixar
Derramar o bálsamo, fazer o canto cantar o cantar
Lá lá iá

Fogo eterno pra afugentar
O inferno pra outro lugar
Fogo eterno pra consumir
O inferno, fora daqui
Fora daqui
Fora daqui

Subo nesse palco, minha alma cheira a talco
Como bumbum de bebê
Bumbum de bebê

Trago a minha banda
Só quem sabe onde é Luanda
Saberá lhe dar valor
dar valor...




Amei essa versão...mas agora é hora daquele mergulho na História, pois vai começar o...



Seguindo com nossa nave, chegamos ao ano de 1934!

A gente começa com a continuação daquele texto-geral sobre os anos 30, de Fátima Mendes Carvalho. 

DÉCADA DE 30 - OS ANOS DE INCERTEZA
Fátima Mendes Carvalho - Parte V

Os princípios liberais-democráticos predominaram na nova Constituição, promulgada a 15 de julho de 1934, comprovando a força das oligarquias. Mantinha-se a República Federalista e Presidencialista e o regime representativo, e instituía-se o voto secreto, que reduzia, mas estava longe de destruir, o poder dos coronéis. Já os analfabetos, ou seja, dois terços da população nacional continuavam convenientemente impedidos de votar... No liberalismo, portanto, permaneceu, tanto quanto no autoritarismo, o elitismo.
Mas o autoritarismo dos antiliberais também influenciou a nova Carta. Aumentava-se o poder de intervenção do Estado na economia e na política, sendo-lhe conferido o poder de estabelecer monopólios e nacionalizar as empresas estrangeiras. Além disso, instituía-se a representação, na Câmara, de associações de classes tuteladas pelo governo. Aliás, 40 representantes de sindicatos de patrões e empregados participaram da elaboração da Constituição como membros da Constituinte.
Através de eleições indiretas no Parlamento, Getúlio Vargas foi eleito por mais quatro anos. O Regime institucionalizou-se, mas pouco fez para favorecer a participação popular. Bem ao contrário, o período que se seguiu foi de reforço do poder do Estado e de repressão ao movimento de massas, que procurava ampliar sua participação política.
O ano de 1934 foi marcado por reivindicações operárias e pela fermentação em áreas de classe média. Uma série de greves explodiu no Rio de Janeiro, em São Paulo, em Belém e no Rio Grande do Norte, destacando-se as paralisações no setor de serviços: transportes, comunicações e bancos. As campanhas contra o fascismo ganharam ímpeto, culminando com um violento choque entre antifascistas e integralistas em São Paulo, em outubro de 1934. 
A propagação do “fascismo cabloco”, o agravamento das condições de vida das massas assalariadas e as tendências autoritárias do Governo provocaram a união de outros setores. Em março de 1935, ex-tenentes reformistas e esquerdistas, liberais alijados do esquema governamental, comunistas, socialistas e líderes sindicais criaram a semelhança das Frentes Populares antifascistas e antiimperialistas formadas na Europa, a Aliança Nacional Libertadora - ANL, presidida pelo capitão Hercolino Cascardo, Militar, que na ação tenentista de 1924 liderou a revolta do couraçado São Paulo, na Baía de Guanabara, e como presidente de honra Luiz Carlos Prestes, que tinha aderido ao PCB.
A ANL rompia o velho esquema dos partidos estaduais dominados pelas oligarquias. Era também o primeiro movimento nacional de massas com objetivos democráticos, nacionalistas e reformistas, apresentando um programa que defendia a suspensão definitiva do pagamento das dívidas do Brasil, nacionalização da empresas imperialistas, proteção aos pequenos e médios proprietários de terra e entrega dos grandes proprietários aos trabalhadores do campo, ampliação das liberdades cívicas e instauração de um governo popular.
A adesão popular foi intensa. Em menos de dois meses, 50.000 pessoas se inscreveram só na capital da república, 1.600 núcleos foram criados em todo o país e realizaram-se comícios e manifestações de massa nas capitais dos maiores estados. (Continua...)


1934...

Foi o ano de promulgação de uma nova Constituição Da República, aqui no Brasil, a terceira, por meio da Assembleia Nacional Constituinte, em 16 de Julho. 

Getúlio Vargas é eleito Presidente Do Brasil por meio de Eleição Indireta da Assembleia Nacional Constituinte, em 17 de Julho

Getúlio editaria o primeiro Código Florestal e criaria o IBGE neste ano. 

No mundo, tem início na Itália, e após renúncia da Suécia, o segundo campeonato do mundo de futebol organizado pela FIFA. E realiza-se a final do campeonato do mundo de futebol entre as seleções de Itália e da Checoslováquia, sagrando-se vencedora a seleção de Itália com uma vitória por 2-1.

Nos cinemas de 1934, "O Homem Que Sabia Demais", "Aconteceu Naquela Noite", "A Ceia Dos Acusados", "Escravos Do Desejo", "O Atalante", "A Alegre Divorciada", "O Gato Preto", dentre outros...

Na música internacional:

BING CROSBY - Love In Bloom
DUKE ELLINGTON - Cocktails For Two
DUKE ELLINGTON - Sophisticated Lady
EDDY DUCHIN - Let's Fall In Love
EMIL VELASCO - My Old Spinning Wheel
GLEN GRAY - Champagne Waltz
HARRY SOSNIK - Carioca
JIMMY DURANTE - Inka Dinka Doo
MAE WEST - I Like A Guy What Takes It’s Time
RAY NOBLE - The Very Thought Of You
TED FIO RITO - I'll String Along With You
VICTOR YOUNG - The Last Round-Up

E na brasileira? A gente confere agora, viajando para...1934!

Há 83 anos...

1) AURORA MIRANDA & ANDRÉ FILHO - Cidade Maravilhosa
2) CARMEN MIRANDA - Na Batucada Da Vida
3) MÁRIO REIS - Agora É Cinza
4) FRANCISCO ALVES - O Correio Já Chegou
5) MÁRIO REIS & OS DIABOS DO CÉU - Tenho Raiva De Quem Sabe
6) PATRÍCIO TEIXEIRA - Sabor Do Samba
7) CARMEN MIRANDA & MÁRIO REIS - Isto É Lá Com Santo Antônio
8) SILVIO CALDAS - Linda Lourinha
9) CARLOS GALHARDO - Olha Lá Um Balão
10) GASTÃO FORMENTI - Folhas Ao Vento
11) AURORA MIRANDA - Se a Lua Contasse
12) BANDO DA LUA - Abandona O Preconceito
13) DUPLA PRETO E BRANCO - Quatro Horas
14) ARNALDO PESCUMA - Vingança Do Caboclo
15) ENRIC MADRIGUEIRA - Carioca
16) AUGUSTO CALHEIROS - Fui À Bahia
17) SYLVIO PINTO - Yayá Formosa
18) LAMARTINE BABO - Dá Cá O Pé, Loira  (!)
19) JAYME VOGELER - És Louca!
20) CASTRO BARBOSA - Olga

MENÇÕES HONROSAS:

ALDA VERONA - Tão Fácil A Felicidade
ALMIRANTE - Menina Oxigenê (!)
ALMIRANTE - Ninguém Fura O Balão
ALMIRANTE - O Orvalho Vem Caindo
ARNALDO AMARAL - Questão De Raça
AURORA MIRANDA - Boa Viagem
AURORA MIRANDA - É Assim Que Se Vai No Arrastão
AURORA MIRANDA - Moreno Cor De Bronze
AURORA MIRANDA - Sem Você
BANDO DA LUA - A Hora É Boa
BANDO DO LUA - A Noite Vem Descendo
BANDO DA LUA - Tristeza
BENEDITO LACERDA - Cuidado Com Ele
CARLOS GALHARDO - Não Caio Nessa
CARLOS GALHARDO - Se O Samba Morrer
CARMEN MIRANDA - Alvorada
CARMEN MIRANDA - Ao Voltar Do Samba
CARMEN MIRANDA - Balão Que Muito Sobe
CARMEN MIRANDA - Lulu
CARMEN MIRANDA - Minha Embaixada Chegou
CARMEN MIRANDA - O Samba É Carioca
CARMEN MIRANDA - Primavera No Rio
CARMEN MIRANDA - Uma Vezinha Só
CARMEN MIRANDA & LAMARTINE BABO - Eu Também
CARMEN MIRANDA & PATRÍCIO TEIXEIRA - Perdi Minha Mascote
CASTRO BARBOSA - Cruz De Cinza
DIABOS DO CÉU - Bráulia
DIABOS DO CÉU - Luzia Do Frevo
FRANCISCO ALVES - A Mulher Que Ficou Na Taça
FRANCISCO ALVES - Adeus
FRANCISCO ALVES - Adeus, Mocidade
FRANCISCO ALVES - Cabôca
FRANCISCO ALVES - Carneirinho
FRANCISCO ALVES - Olha Pra Lua
FRANCISCO ALVES - Por Teu Amor
FRANCISCO ALVES - Reclamando Da Sorte
FRANCISCO ALVES - Romance
FRANCISCO ALVES - Vivo Deste Amor
GASTÃO FORMENTI - Foi Boto, Sinhá
GASTÃO FORMENTI - Yarinha
JOÃO PETRA DE SOUZA - Chegou Papai Noel
JOÃO PETRA DE SOUZA - Feitiço Da Vila
JONJOCA - Viram Meu Amor Por Aí
LAMARTINE BABO - Deixa a Velhinha
LEONEL FARIA - Acabou-se O Que Era Doce
LEONEL FARIA - Sabiá Cantador
LUIZ BARBOSA - Na Estrada Da Vida
LUIZ BARBOSA - O Que Sinto Por Você
MÁRIO REIS - Doutor Em Samba
MÁRIO REIS - Estás No Meu Caderno
MÁRIO REIS - Me Respeite...Ouviu?
MÁRIO REIS - Pra Meu São João
MÁRIO REIS - Uma Andorinha Só Não Faz Verão
MÁRIO REIS - Verbo Amar
MÁRIO REIS - Você Faz Assim Comigo
MOREIRA DA SILVA - Cadê Você?
RAUL TORRES - Sururú No Galinheiro
SILVIO CALDAS - Coração Ingrato
SILVIO CALDAS - Eu Sonhei
SILVIO CALDAS - Maria
SILVIO CALDAS - Mimi
SILVIO CALDAS - Na Aldeia
SILVIO CALDAS - Serenata
SILVIO CALDAS - Tu
SILVIO CALDAS - Vou Partir
SONIA CARVALHO - Beijos

Seguindo os passos da irmã famosa internacional Carmen Miranda, Aurora Miranda hoje é a campeã de 1934, com esse hit eterno até hoje, ao lado de André Filho, uma homenagem impar ao nosso Rio De Janeiro, que vocês conferem AGORA!



CIDADE MARAVILHOSA
Aurora Miranda e André Filho

Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil
Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil

Berço do samba e das lindas canções
Que vivem n'alma da gente
És o altar dos nossos corações
Que cantam alegremente

Jardim florido de amor e saudade
Terra que a todos seduz
Que Deus te cubra de felicidade
Ninho de sonho e de luz



TH - Novembro com muito azul!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...