domingo, 31 de maio de 2015

TOPTULHO MUSICAL # 26 ! (Especial ZIZI POSSI)



E se você pensou que as comemorações de nossa Artista Do Mês tinham terminado, ledo engano!

A edição de hoje do TopTulho Musical - a sua parada semanal de música brasileira, traz uma especialíssima seleção com as músicas preferidas dos fãs da cantora. As votações ocorreram pela internet, via Facebook (comunidade do EnTHulho), e no meu perfil pessoal, no dia 27 (quarta-feira) e, com muito orgulho, trago-lhes o resultado. 

Muito feliz com essa fase interativa do blogue. Aguardem que, em breve, bolarei algo para nos unirmos muito mais.

E aí? Prontos para saber quais são as músicas preferidas da nossa artista do mês, na opinião dos internautas? É pra já!! :D

1) PERIGO (Zizi, 1986)
2) ASA MORENA (Asa Morena, 1982)
3) A PAZ (Amor e Música, 1987)
4) NOITE (Amor e Música, 1987)
5) CAMINHOS DE SOL (Um Minuto Além, 1981)
6) NUNCA (Pedaço De Mim, 1979)
7) NINGUÉM VAI TOMAR POSSE DE MIM (Pra Sempre e Mais Um Dia, 1983)
8) MEU AMIGO, MEU HERÓI (Zizi Possi, 1980)
9) PER AMORE (Per Amore, 1997)
10) O AMOR VEM PARA CADA UM (Pra Sempre e Mais Um Dia, 1983)
11) EU VELEJAVA EM VOCÊ (Um Minuto Além, 1981)
12) PEDAÇO DE MIM (Pedaço De Mim, 1979)
13) DÊ UM ROLÉ (Dê Um Rolé, 1984)
14) COMEÇO, MEIO E FIM (Zizi, 1986)
15) BARATO TOTAL (Sobre Todas As Coisas, 1991)
16) DISPARADA (Puro Prazer, 1999)
17) SOBRE TODAS AS COISAS (Sobre Todas As Coisas, 1991)
18) CANÇÃO DE PROTESTO (Amor e Música, 1987)
19) DEDICADO A VOCÊ (Estrebucha Baby, 1989)
20) SIM, FOI VOCÊ (Flor Do Mal, 1978)

O critério de desempate utilizado foi o cronológico. Também foram votadas: 


O AMOR VEM PARA CADA UM
I NEVER DREAMED YOU'D LOVE IN SUMMER
RENASCER
A FORÇA
MANIA
AGORA SÓ FALTA VOCÊ
COISA MAIS DOIDA
MEU ERRO
I CHIOVE
MOON RIVER
LACREME NAPULITANE / VURRIA
CACOS DE AMOR (Com Luíza Possi)
HAJA O QUE HOUVER
LAMENTOS
PONTEIO (Com Edu Lobo)
L'AURORA
THE LONG AND WIDING ROAD
BEATRIZ
MAIS SIMPLES
IO CHE AMO SOLO TE
NUVEM CIGANA
PAPEL MACHÊ
CANZONE PER TE
EU ANDO OK
EU SÓ SEI AMAR ASSIM
EXPLODE CORAÇÃO
LUIZA
IRMÃO SOL, IRMÃ LUA
SEM VOCÊ
CORSÁRIO
QUEM SABE, EM CASA OUTRA VEZ

Claríssima se faz a predileção pelos anos 80 de Zizi, de acordo com os votos dos internautas. Eu apostaria que "Asa Morena" seria a campeã, mas não desconsiderei "Perigo", que foi o de fato o maior hit do ano de 1986. 

E é com ele que encerramos o mês Zizi Possi, com meus agradecimentos pela audiência e incentivo!


PERIGO
Zizi Possi

Nem quero saber
Se o clima é pra romance
Eu vou deixar correr
De onde isso vem?
Se eu tenho alguma chance
A noite vai dizer
Nisso todo mundo é igual
Hum! Hum! Hum! Hum!
Anjo do bem
Gênio do mal...

Perigo é ter você
Perto dos olhos
Mas longe do coração
Perigo é ver você
Assim sorrindo
Isso é muita tentação...

Teus olhos, teu sorriso

Uma noite...


Espero que tenham se deliciado com a seleção e a música, mas pera só um pouquinho, ainda não terminou não!


Em virtude do especial da Zizi Possi, sacrificamos neste domingo o "TopTulho Do Passado", que volta semana que vem, entretanto, o "TopTulho" contemporâneo (com base nos pedidos das mídias especializadas em MPB e rock nacional) não pode parar!

Essa semana mesmo, temos duas estreias (Maria Gadú e Nana Caymmi - esta, com mais uma música da novela "Babilônia"), além do surpreendente retorno da alagoana Millane Hora. E temos um novo primeiro lugar, bem classudo e primoroso! Claro que estamos falando de Maria Bethânia.

Aliás, fico feliz ao ver duas cantoras que completam 50 anos de carreira este ano tão bem colocadas em nossa compilação. Maria Bethânia e Gal Costa, os dois medalhões femininos maiores da MPB, em atividade!

Vamos com a compilação desse último TopTulho de Maio!

1) MARIA BETHÂNIA - Eu Te Desejo Amor (+1) (8 Semanas)
2) PITTY - Serpente (-1) (9 Semanas)
3) MART'NÁLIA - Pra Que Chorar? (+5) (8 Semanas)
4) ANA CAROLINA - Coração Selvagem (+3) (6 Semanas)
5) ZIZI POSSI - Sem Você (+4) (6 Semanas)
6) CAPITAL INICIAL - Coração Vazio (=) (9 Semanas)
7) JORGE VERCILO - Talismã Sem Par (+5) (5 Semanas)
8) JOTA QUEST - Entre Sem Bater (-5) (9 Semanas)
9) TIAGO IORC - Dia Especial (+1) (10 Semanas)
10) MARIA RITA - Abismo (+3) (5 Semanas)
11) VANESSA DA MATA - Por Onde Ando, Tenho Você (-7) (13 Semanas)
12) THIAGO PETHIT - Honey Bi (-7) (10 Semanas)
13) GAL COSTA - Ilusão À Toa (+1) (4 Semanas)
14) ELBA RAMALHO - Árvore (-3) (7 Semanas)
15) LENINE - Fé Cega, Faca Amolada (=) (3 Semanas)
16) ZECA BALEIRO - Garoto De Aluguel (Taxi Boy) (+3) (3 Semanas)
17) MARIA GADÚ - O Bloco (ESTREIA)
18) NANA CAYMMI - Não Diga Não (ESTREIA)
19) MILLANE HORA - O Braço Do Sofá (RETORNA) (8 Semanas) 
20) JAY VAQUER - Loucas Horas (=) (2 Semanas) 

Saíram:

ZIZI POSSI - "Mania" (3 Semanas. Maior posição: 16)
GUSTAVO GURI - "Olívia" (4 Semanas. Maior posição: 17)
MARISA MONTE - "Verdade, Uma Ilusão" (Ao Vivo) (4 Semanas. Maior posição: 14)

Vamos destacar hoje o CAPITAL INICIAL, que já está conosco há várias semanas com a bela balada "Coração Vazio", e vem se mantendo próximo ao Top 5. Será que vai além?

Em todo caso, hoje encerraremos o post com eles. Até semana que vem! :)


CORAÇÃO VAZIO
Capital Inicial
Participação: Thiago Castanho

Tudo tem o seu lugar
Tudo tem a sua hora
E eu cansei de esperar
A minha hora é agora
Com os olhos na estrada
Eu sigo em frente e não desvio
Só eu e meu coração vazio
Bate forte e tenho pressa
Não há nada que me impeça
De querer acreditar
No que não consigo ver
Como posso ir em frente
Como posso ser tão frio
Só eu e meu coração vazio

Não tem começo, não tem fim
Será que você vai esperar por mim
Esperar por mim
Esperar por mim
Esperar por mim

São as falhas da razão
São os erros do perdão
Que tenho medo de perder
Enquanto não me encontrar
O mesmo rosto, o mesmo tempo
Quando eu choro e quando eu rio
Só eu e meu coração vazio
Deixo o vento me mostrar
O caminho pra voltar
Eu esqueço, eu me movo
Eu me levanto e vou de novo
Tudo sempre por acaso
Tudo sempre por um fio
Só eu e meu coração vazio

Não tem começo, não tem fim
Será que você vai esperar por mim
Esperar por mim
Esperar por mim
Esperar por mim
TH - Até Junho!!


sábado, 30 de maio de 2015

ÚLTIMA FAIXA - Contidamente apaixonada! (Crônica)


Por Tom Ferreira*
Para ler ao som de "Caminhos De Sol"



Como explicar uma mania como essa? Essa magia, esse brilho louco que esta flor do mal me traz aos olhos, sem perder a objetividade? Tentando fazer apenas por amor – tentemos assim, então!

Talvez seja porque rola uma identificação por se tratar de alguém que claramente está sem par na cena. Uma interpretação contidamente apaixonada, mas que não tem medo de se rasgar quando se faz necessário, de se calar quando não há necessidade... Tão classuda que todos apreciam, mas tão poucos compreendem a fundo.

Mas por que falar apenas da voz, quando há também um sorriso único? Quando há uma gargalhada gostosa que contagia? Quando há um olhar que cativa ao expressar as dores, as delícias e as malícias? Quando há um nariz obscenamente especial a emoldurar helenamente um rosto que traz mais expressividade à tão comemorada voz? O corpo que se doa junto com a alma? A alma que explora, que denuncia, que anuncia, que também é filha de Santa Maria, com sua escolha singular de repertório.

Uma pessoa que tem a coragem de se permitir viver seus sentimentos mais profundos, rir de si mesma, expandir sua mente e seus conceitos, vencer preconceitos (inclusive os seus próprios), amar seus amores e estender-se aos seus desamores, se permitir ser amada por um bando de adoráveis loucos irmãos sol e irmãs lua que fazem de sua obra condomínio – com todo o seu bom humor que lhe é peculiar.

Analisando, acho que não há explicação real. A gente gosta porque gosta, e celebra, sem hora ou momento! Eu gosto pacas dela e a celebro – minha amiga, minha heroína, Zizi Possi.




*Tom Ferreira é arquiteto e urbanista de Maceió/AL, velho parceiro do EnTHulho Musical, já tendo colaborado inúmeras vezes aqui com o blogue. Apaixonado por Zizi como nunca, foi a pessoa mais bem escolhida pra escrever essa crônica final. Obrigado, querido!


NÃO PERCAM AMANHÃ, UM TOPTULHO  ESPECIAL SÓ COM MÚSICAS DA ZIZI, ELEITAS PELOS FÃS PELA INTERNET!!

sexta-feira, 29 de maio de 2015

TEMA DE NOVELA ESPECIAL: DOSSIÊ ZIZI POSSI!



Hoje é dia de mais um dossiê do EnTHulho Musical, dessa vez debulhando a trajetória sonoplasta de Zizi Possi nas novelas brasileiras!

Para este Dossiê, eu preciso, primeiro, fazer alguns agradecimentos:

- Ao Tom Ferreira, que me ajudou a relacionar as principais inserções de Zizi no mundo das novelas;
- Ao querido Vitor de Oliveira, que está arrasando na colaboração da novela "I Love Paraisópolis". Porque estou agradecendo ao Vitor? Porque no antigo blogue dele, "Prefiro Melão", ele tinha uma seção "irmã-gêmea" da nossa "Tema De Novela", a "Temas e Trilhas", e, diante de sua devoção por Zizi, a dele ficou tão sensível quanto uma canção da cantora, e usei vários elementos dela na minha seleção. Obrigado Vitin!
- Ao Nilson Xavier, que sempre me ajuda com seu site "Teledramaturgia", a verdadeira enciclopédia da telenovela brasileira!

Voltando à Zizi, a partir dos anos 80, tornou-se onipresente em temas de novela, e esse aparceiramento deu um "up" tanto nas tramas, como na carreira dela. Vamos relembrar seus principais momentos??



1) PER AMORE ("Por Amor", Globo, 1997)

Tive que ser "mainstream" no primeiro lugar da seleção, mas não tinha como não. 'Per Amore" era praticamente uma personagem da novela de Manoel Carlos. Desde as cenas iniciais na Itália, onde Atílio (Antônio Fagundes) conhece a protagonista Helena (Regina Duarte), até os momentos decisivos da revelação da troca dos bebês, quando a mesma Helena era sub-julgada pelos demais personagens, usando apenas sua emoção como justificativa (e a música, ratificando suas ações, que foram feitas unicamente "per amore"). Uma novela inesquecível, na qual Zizi fez parte, tanto quanto Antônio, Regina, Gabriela Duarte, Fábio Assunção e tantos mais. Primeiro lugar mais que merecido!

Ps.: 1: A música suplantou inclusive o próprio tema de abertura da novela, "Falando De Amor", do Quarteto Em Cy, em termos de popularidade;

Ps.: 2; A companheira de elenco, Susana Vieira (que viveu a inesquecível "Branca"), cantou a música no Domingão Do Faustão, em 2009, só que... esquece!



2) PERIGO ("Selva De Pedra", 1986, Globo)

O segundo lugar vai também para mais uma das inesquecíveis de Zizi, não por acaso, uma das preferidas dos fás, que caiu como uma luva pra vilã "cheia de charme" vivida pro Christiane Torloni no remake da novela "Selva De Pedra". Ela, Fernanda, tinha suas ações sublinhadas pela voz cristalina de Zizi, e dessa junção surgiu o hit maior do ano de 1986. 



3) A PAZ ("Mandala", Globo, 1987)

Lúcia Veríssimo era a contemplada da vez pela voz de Zizi, dessa vez, com esse verdadeiro manifesto de paz, como seu tema Ironicamente, o ano anterior, 1986, era justamente o "Ano Internacional Da Paz". Nada menos que um hino da carreira da cantora, que sonorizou as cenas da charmosa Letícia Ramalho, personagem de Lúcia na novela 'Mandala".


4) RENASCER ("Pão Pão, Beijo Beijo", 1983, Globo; e "Que Rei Sou Eu", 1989, Globo)

Uma linda canção, mais uma vez defendida com maestria por Zizi, que foi tema de duas novelas globais. Na trama de Walter Negrão, pertencia à personagem Bruna, de Elizabeth Savalla; Já na novela clássica de Cassiano Gabus Mendes, era o indefectível tema da Princesa Juliette (Cláudia Abreu). 


5) EU ANDO OK (Ridin' High) ("Pé Na Jaca, 2006, Globo)

Uma improvável e diferente canção de Zizi foi o tema da não menos irreverente novela de Carlos Lombardi de 2006. Quebrando o romantismo e melancolia que marcaram sua passagem pelas trilhas sonoras, a divertida música acompanhou a mais divertida ainda abertura, uma das melhores da década de 2000.



6) SÓ SEI AMAR ASSIM ("O Clone", 2001, Globo)

"Muito pra mim é nada
Tudo pra mim não basta
Eu quero cada gesto
Cada palavra
Cada segundo da sua atenção"


Somente esses trechos iniciais da belíssima composição de Herbert Vianna já davam o tom da sofrida personagem Edna, magistralmente interpretada por Nívea Maria na novela de Glória Perez. Ela era apaixonada por Albieri (Juca De Oliveira), o cientista criador do clone em questão que não conseguia retribuir-lhe a paixão. Ainda assim, Edna persistiu, a ponto de sua devoção entrar em conflitos éticos, tudo por "um segundo de sua atenção". 


7) MEU AMIGO, MEU HERÓI ("Plumas e Paetês", 1980, Globo)

Mais uma vez Elizabeth Savalla é sublinhada pela voz de Zizi, agora na novela "Plumas e Paetês", de Cassiano Gabus Mendes, como a perturbada protagonista Marcela. O entrecho principal dessa novela esteve no remake de Ti Ti Ti, de 2010, a cargo de Maria Adelaide Amaral, e sua personagem foi vivida, dessa vez, por Isis Valverde. 

8) EU TE AMO ("Cara e Coroa", 1995, Globo)

Do excepcional disco "Sobre Todas As Coisas", temos Zizi cantando Chico Buarque, em mais um tema de Lúcia Veríssimo, dessa vez da novela de Antonio Calmon. Zizi-Chico-Lúcia - quer conexão mais classuda?

9) CACOS DE AMOR (Com Luísa Possi) ("Flor Do Caribe", 2013, Globo)

A parceria romântica com a filhota foi um dos principais temas da novela ensolarada de Walter Negrão, representando Zizi com louvor nessa década de 2010, aqui em nossa seleção. 

10) LACREME NAPOLITANE/VURRIA ("Terra Nostra", 1999, Globo)

Encerrando nosso Top 10, as lágrimas de Giuliana (Ana Paula Arósio), e seu romance com Matteo (Thiago Lacerda), tinham como tema de fundo mais uma bela inserção de Zizi na música italiana, gênero que fez a carreira da cantora deslanchar nos anos 90. A novela era de Benedito Ruy Barbosa, e o sucesso, garantido! 


TEM MAIS!

“Vida Noturna”, Salário Mínimo (1978)
“A Força”, O Todo Poderoso (1979)
“Nunca”, Olhai Os Lírios do Campo (1980) e JK (2006)
“Eu Velejava em Você”, Jogo da Vida (1981)
“Agora Só Falta Você”, Os Adolescentes (1981)
“Silvana”, Vereda Tropical (1984)
“Dê um Rolê”, Corpo a Corpo (1984)
“Vida de Bailarina”, Vida Nova (1988)
“Dedicado a Você”, O Sexo dos Anjos (1989)
“Lamentos”, Éramos Seis (1994)
“Não Tem Solução”, Olho no Olho (1993)
“Mais Simples” Salsa e Merengue (1996)
“Caminhos Cruzados”, Metarmophoses (2004)
“Love for Sale”, Belíssima (2005)
“Ponteio (com Edu Lobo)”, Cidadão Brasileiro (2006)
“Riding High”, Pé na Jaca (2006)
“Explode Coração”, A Vida da Gente (2011)
“Beatriz”, Jóia Rara (2013)
“O Amor”, Alto Astral (2014)
“Mania”, Babilônia (2015)

E você, lembrou de outra que não consta na lista? Diz pra mim! Agora, fiquemos com o primeiro lugar, um dos melhores temas de novela de todos os tempos!!


PER AMORE
Zizi Possi

Io conosco la tua strada ogni passo che farai
Le tue ansie chiusa e ivuoti sassi che allontanerai
Senza mai pensare che comme roccia io rittorno in te...

Io conosco il tuoi respiri tutto quello che non vuoi
Lo sai bene che non vivi
Riconoscerlo non puoi

E sarebbe come se questo cielo in fiamme
Ricadesse in me
Comme scena su un attore...

Per amore hai mai fatto niente solo
Per amore hai sfidato il vento e urlato mai?
Diviso il cuore stesso pagato e riscommesso
Dietro questa mania che resta solo mia

Per amore hai mai corso senza fiato
Per amore perso e ricominciato
E devi dirlo adesso quanto de te ci hai messo
Quanto hai creduto tu in questa bugia

E sarebbe come se questo fiume in piena
Risalisse a me
Comme china al suo pittore

Per amore hai mai speso tutto quanto la ragione
Il tou orgoglio fino alpianto
Lo sai stasera a resto
No non nessun pretesto
Soltanto una mania che è ancora forte e mia
Dentro quest'anima che strappi via

E te lo dico adesso sincero con me stesso
Quanto mi costa non saperti mia...

E sarebbe come se tutto questo mare
Annegasse in me...



TH - Buon Giorno!


quarta-feira, 27 de maio de 2015

O OLHAR DO FÃ: ZIZI POSSI



Mais uma antiga sessão que ressurge no novo EnTHulho Musical. O blogue dá voz aos fãs para que falem de seus artistas do coração, reafirmando o caráter intimista que a gente adora!

Para hoje, o queridão Guilherme Staush retorna ao EnTHulho, 5 anos após sua primeira participação (na sessão Amigo Musical Convidado), fazendo uma "cronologia ilustrada" da nossa Artista Do Mês, Zizi Possi, não por acaso, uma de suas cantoras favoritas!

O Gui, que é professor lá do Rio Grande Do Sul,  é conhecido no mundo virtual como o mentor do canal Memória Da TV. Com ele estabeleci uma relação de afeto e respeito, volta e meia tricotamos e ele me dá vários conselhos que levo pra vida...além de falarmos besteiradas mesmo! rs. Obrigado por mais uma vez voltar por essas bandas e nos enriquecer com seu bom gosto musical, fato que, aliás, sempre nos aproximou! ;)

P.s.: 5 anos e ainda não o convenci a deixar postar uma foto nítida sua. Quem sabe na próxima :D





Do grande número de cantoras que surgiram no cenário da MPB no final dos anos 70, Zizi Possi é uma das poucas que ainda consegue se destacar na mídia, ainda que sem a grande repercussão que teve nos anos 80. A paulista Maria Izildinha Possi, que completa 60 anos no ano que vem, conseguiu, ao longo de sua carreira de 37 anos, experimentar o gosto da popularidade e o sabor da liberdade musical, não necessariamente em um mesmo projeto, já que as duas coisas parecem incompatíveis no cenário artístico brasileiro, ou, pelo menos, é privilégio de poucos.


ZIZI POSSI– AR PURO (1983)





Através de seus dez discos lançados em sua primeira fase musical pela Polygram (hoje, Universal Music), Zizi emprestou sua voz melódica e suava às composições dos mais variados artistas brasileiros: Ivan Lins, Djavan, Nico Rezende, Marina Lima, João Bosco, entre muitos outros. Entretanto, sempre fez questão de descobrir novos talentos, e apostou, por diversas vezes, em compositores novos: foi uma das primeiras a gravar Eduardo Dussek (“Ave”, em 1979), além de tornar nacionalmente conhecidos o gaúcho Zé Caradípia (“Asa Morena”, em 1982, um dos maiores sucessos da cantora até hoje) e o alagoano Herman Torres (“Caminhos de Sol”, em 1981).



ZIZI POSSI – ASA MORENA (1982)




Apesar de emplacar uma sequência de sucessos na década de 80, a cantora não se sentia confortável em gravar músicas de fácil apelo popular, que se distanciavam cada vez mais do que ela realmente queria cantar. Foram inúmeros sucessos nas rádios e na televisão, entre eles: “Nunca”, as já mencionadas “Caminhos do Sol” e “Asa Morena”, “O Amor Vem Pra Cada um” (versão para “Love Comes to Everyone”, de George Harrison”), “Dê um Rolê”, e o hiper-mega-sucesso “Perigo”. 



ZIZI POSSI – TODA UMA HISTÓRIA (1983)





Mesmo estando no auge e conhecedora da fórmula do sucesso, Zizi propôs à Polygram, em 1989, fazer um disco bem diferente dos que ela vinha fazendo até então. Nasceu “Estrebucha Baby”, um disco com composições a arranjos bastante apurados e com uma atmosfera mais intimista, mas que acabou não emplacando. A cantora rompeu, pelo menos por algum tempo, os laços com sua gravadora para aventurar-se em projetos mais pessoais, em gravadoras menores. Dessa reciclada, nasceram “Sobre Todas as Coisas” (1991 – Eldorado) e “Valsa Brasileira” (1993 – Velas), dois projetos ousados que enfatizaram a qualidade vocal e a apurada escolha de repertório da cantora. Ainda na década de 90, Zizi descobre um novo filão – a música italiana. O grande sucesso da música “Per Amore”, tema musical da novela “Por Amor” (1997) engatilhou as vendagens do CD homônimo, e fez nascer um segundo volume da série de canções italianas, “Passione” (1998). Aliás, a música italiana estava em alta no Brasil naquele momento – a cantora Laura Pausini fazia grande sucesso por aqui, além de Renato Russo, que havia gravado um CD só com músicas italianas em 1995, e mais tarde, em 1999, ainda foi impulsionada pela repercussão da novela “Terra Nostra”.



ZIZI POSSI – PER AMORE (1997)





Nos anos seguintes, os registros musicais ficaram mais escassos – não só para a cantora, mas para a maioria dos músicos brasileiros. Em 2005, Zizi embarcou em uma nova aventura musical, o CD “Para Inglês Ver e Ouvir”, todo com músicas em inglês, o que rendeu o seu primeiro DVD ao vivo. No ano passado lançou “Tudo se Transformou”, onde regravou vários sucessos, inclusive, alguns já gravados por ela mesma anteriormente, como “Disparada” e “Explode Coração”. Fazem parte ainda do projeto, “Meu Mundo e Nada Mais”, clássico de Guilherme Arantes e “Sem Você”, de Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown.



ZIZI POSSI – SEM VOCÊ (2014)




TH - Felizizi dia!

domingo, 24 de maio de 2015

TOPTULHO MUSICAL # 25


Seguimos com o TopTulho, sua parada de MPB quentinha em folha. Para compor a seleção, utilizamos as músicas mais pedidas das principais mídias especializadas o estilo.

Muitas músicas prontas para estrear. bem engatilhadas mesmo, o que mostra que o ano da MPB decididamente começou, com muitas novidades que não deixam o estilo naufragar em meio a tantos outros ritmos mais populares da música brasileira.

Nesta edição 25, Pitty comanda a parada a partir de agora, assumindo o posto de liderança deixado por Vanessa da Mata na semana passada. As músicas não se movimentaram muito, tendo apenas uma lamentável queda, que foi da Marisa Monte: 4 posições a menos. Também tivemos a estreia de Jay Vaquer, mais um votado pela internet, na página do EnTHulho no Facebook. Para tal, nos despedimos de Paula Toller com "Transbordada", música que teve uma boa trajetória aqui no TopTulho. 

Assim ficou a 25ª edição:

1) PITTY - Serpente (+1) (8 Semanas)
2) MARIA BETHÂNIA - Eu Te Desejo Amor (+2) (7 Semanas)
3) JOTA QUEST - Entre Sem Bater (+2) (8 Semanas)
4) VANESSA DA MATA - Por Onde Ando, Tenho Você (-3) (12 Semanas)
5) THIAGO PETHIT - Honey Bi (-2) (9 Semanas)
6) CAPITAL INICIAL - Coração Vazio (+1) (8 Semanas)
7) ANA CAROLINA - Coração Selvagem (-1) (5 Semanas)
8) MART'NÁLIA - Pra Que Chorar? (+1) (7 Semanas)
9) ZIZI POSSI - Sem Você (-1) (5 Semanas)
10) TIAGO IORC - Dia Especial (=) (9 Semanas)
11) ELBA RAMALHO - Árvore (+1) (6 Semanas)
12) JORGE VERCILO - Talismã Sem Par (+1) (4 Semanas)
13) MARIA RITA - Abismo (-2) (4 Semanas)
14) GAL COSTA - Ilusão À Toa (+1) (3 Semanas)
15) LENINE - Fé Cega, Faca Amolada (+3) (2 Semanas)
16) ZIZI POSSI - Mania (=) (3 Semanas)
17) GUSTAVO GURI - Olívia (=) (4 Semanas)
18) MARISA MONTE - Verdade, Uma Ilusão (Ao Vivo) (-4) (4 Semanas)
19) ZECA BALEIRO - Garoto De Aluguel (Táxi Boy) (+1) (2 Semanas)
20) JAY VAQUER - Loucas Horas (ESTREIA)

Saiu:

PAULA TOLLER - Transbordada (13 Semanas. Maior posição: 01)

Bom, hoje a gente destaca mais uma vez o Jota Quest. Não gosto muito deles, mas eles estão muito bem nas paradas com a música "Entre Sem Bater", com elementos eletrônicos sublinhando a ginga dos mineiros. Como aqui é um espaço democrático, hoje vamos com eles!

Vale lembrar que já estiveram aqui por um tempão - que inclusive chegou ao primeiro lugar ("Dentro De Um Abraço"). Será que "Entre Sem Bater" vai ter a mesma performance?



ENTRE SEM BATER
Jota Quest


Entre a gente, tente
Entre sem bater
Entre a gente, sente
Novas formas de ser
Entre a gente, tente
Entre sem bater
Entre a gente, sente, sente

Entre a pele e a roupa
Entre a língua e a boca
Entre a falta e o sentir
Nossas tardes mais loucas
Entre tanta gente a vida
Só podia ser você

Um lugar seguro
Entre o ser ou não ser
Entre o silêncio e o som
Entre o acorde e o tom
Entre a realidade e a fantasia

Entre a gente, tente
Entre sem bater
Quero ter você pra sempre aquiEntre a gente, sente
Novas formas de ser
Quero ter você pra sempre aqui

Entre nós e as coisas
O amor e as pessoas
Quero ter você pra sempre aqui
Entre o novo verso e outro
As palavras mais simples

Entre o tempo e o tédio
Entre a cura e o remédio
Entre idéia e texto
Os amores perfeitos
Entre a gente houve sorte
Entre a vida e a morte
O raciocínio exato
O universo e o Átomo
Entre abril e maio
Entre a sexta e o sábado
Entre a dor insana e anestesia

Entre a gente, tente
Entre sem bater
Quero ter você pra sempre aqui
Entre a gente, sente
Novas formas de ser (de ser)
Quero ter você pra sempre aqui

Entre nós e as coisas
O amor e as pessoas
Quero ter você pra sempre aqui
Entre o novo verso e outro
As palavras mais simples

Entre a gente, tente
Entre sem bater (bater)
Quero ter você pra sempre aqui
Entre a gente, sente
Novas formas de ser (de ser)
Quero ter você pra sempre aqui

Entre nós e as coisas
O amor e as pessoas (o amor e as pessoas)
Quero ter você pra sempre aqui
Entre o novo verso e outro
As palavras mais simples.




Curta aí a ginga dos mineiros, mas não se esqueça que agora tem o....



Agora sim chegamos ao fatídico ano dos Caras-pintadas! 

Ano também da subversiva minissérie "Anos Rebeldes", que culminou com o movimento que gerou o impeachment do então Presidente da República Fernando Collor de Mello. 

Ano do assassinado crudelíssimo de Daniela Perez, do massacre do Carandiru, dentre outros.

Musicalmente, quem comandava o país era o sertanejo, ou melhor, as duplas sertanejas. Alguma semelhança com 2015? :D

Sem delongas, vamos relembrar o que fazia sucesso em.....1992!

Há 23 anos...


1) DJAVAN - Se
2) BIQUINI CAVADÃO - Vento, Ventania
3) ZÉ RAMALHO - Entre A Serpente E A Estrela
4) MARINA LIMA - Não Sei Dançar
5) LEGIÃO URBANA - Vento No Litoral
6) DANIELA MERCURY - O Canto Da Cidade
7) GUILHERME ARANTES - Taça De Veneno
8) FAGNER - Borbulhas De Amor
9) ADRIANA CALCANHOTTO - Esquadros
10) GILBERTO GIL - Madalena
11) LULU SANTOS - Apenas Mais Uma De Amor
12) GABRIEL, O PENSADOR - Tô Feliz (Matei O Presidente)
13) BARÃO VERMELHO - Pedra, Flor e Espinho
14) GAL COSTA - Canta Brasil
15) ENGENHEIROS DO HAWAII - Piano Bar
16) ALCEU VALENÇA - Tomara
17) FERNANDA ABREU - Rio 40 Grais
18) HERBERT VIANNA - Lição De Astronomia
19) VANGE LEONEL - Esse Mundo
20) HOMEM DE BEM - Madana Mohana Murari

Menções Honrosas:

AS FRENÉTICAS - Perigosas Peruas
ASA DE ÁGUIA - Porto Seguro
BAMDA MEL - Baianidade Nagô
BANDA BEIJO - Estrela Primeira
BANDA CHEIRO DE AMOR - Canção Ao Pescador
BIQUINI CAVADÃO - Impossível
CAETANO VELOSO - Alegria, Alegria (Re-Issue)
CAPITAL INICIAL - Passageiro
CHICLETE COM BANANA - Cara Caramba Sou Camaleão
DANIELA MERCURY - Você Não Entende Nada
DJAVAN - Outono
EDSON CORDEIRO - Mercedes Benz
ENGENHEIROS DO HAWAII - Ninguém É Igual A Ninguém
FÁBIO JR. - Rio e Canoa
FAGNER - Pedras Que Cantam
KID ABELHA - Em 92
LEANDRO E LEONARDO - Não Olhe Assim
LEGIÃO URBANA - Soldados (Acústica)
MARINA LIMA - Grávida
NENHUM DE NÓS - Tente Outra Vez
OS PARALAMAS DO SUCESSO - Sábado
RAÇA NEGRA - Jeito Felino
SANDRA DE SÁ - Contrato Assinado
SIMONE - Raio De Luz
ULTRAJE A RIGOR - Mim Quer Ser Japa

COMENTÁRIOS DE TH: 1992 foi bem melhor que 1991, musicalmente falando. 

Além da já mencionada ascensão do Sertanejo, 1992 foi um ano de explosão na Axé Music, também. Algumas coletâneas, como "O Som Tropical Do Brasil" da Som Livre, foram célebres, e o aparecimento do furacão Daniela Mercury, aqui super bem posicionada com seu "Canto Da Cidade", fizeram com que o estilo aparece até em improváveis mídias, como na MTV, onde foi onipresente e despertou a raiva dos roqueiros. Nas menções honrosas , vemos mais axé, como todas as "Bandas" (Cheiro, Mel, Beijo), Asa de Águia e outros. 

O Biquini Cavadão finalmente tem sua chance de aparecer no TopTulho Musical Do Passado, com sua "Vento Ventania", em grande estilo, na segunda posição. Além deles, Engenheiros do Hawaii, Barão Vermelho, Lulu Santos e Legião Urbana fizeram das tripas coração pra manter o nome do rock nacional intocável. 

Zé Ramalho, Fagner, Gilberto Gil e Alceu Valença defendem o Nordeste puro, com unhas e dentes, com músicas memoráveis. Marina Lima com a melancólica "Não Sei Dançar"; Adriana Calcanhotto com a refinada "Esquadros" e Guilherme Arantes com a roqueira "Taça De Veneno" deram um toque de classe à seleção. 

O funk veio mais uma vez representado por Fernanda Abreu; Já o rap veio sublinhado em grande estilo, pelo estreante Gabriel, O Pensador, que queria porque queria matar o Collor naquele ano. Completando a parada, Vange Leonel (com a colorida "Esse Mundo") e o Homem De Bem, destaque absoluto da novela "Pedra Sobre Pedra", com a esotérica "Madana Mohana Murari".



Ele vem negando em entrevistas desde 2011, porém, os boatos (de que estaria com Mal de Parkinson) voltaram com força total nesse 2015, sobretudo no "disse me disse'. Confirmei a força dos referidos boatos nessas férias que estou passando em Maceió. 

Torcendo pela não procedência. Agora, chegou a hora de relembrarmos a música mais pedida de 1992, que foi justamente do conterrâneo! :) Faixa do poético "Coisa De Acender".

SE...
Djavan

Você disse que não sabe se não
Mas também não tem certeza que sim
Quer saber?
Quando é assim, deixa vir do coração

Você sabe que eu só penso em você
Você diz que vive pensando em mim
Pode ser, se é assim
Você tem que largar a mão do não
Soltar essa louca, arder de paixão
Não há como doer pra decidir
Só dizer sim ou não
Mas você adora um se

Eu levo a sério, mas você disfarça
Você me diz à beça e eu nessa de horror
E me remete ao frio que vem lá do sul
Insiste em zero a zero e eu quero um a um

Sei lá o que te dá, não quer meu calor
São Jorge, por favor, me empresta o dragão
Mais fácil aprender japonês em braile
Do que você decidir se dá ou não


TH - Desejando tudo de bom a ele!


domingo, 17 de maio de 2015

TOPTULHO MUSICAL # 24


Começa agora a 24ª edição do TopTulho Musical. Você já sabe: a compilação de músicas brasileiras de rock, MPB e estilos afins, baseada nas mídias especializadas, como a Rádio MPB FM e Billboard Brasileira. Você também pode votar, nos comentários ou na página do EnTHulho na internet.

Maio segue com novidades: são duas estreias de grandes nomes da MPB: Zeca Baleiro e Lenine, ambos com novas músicas - a do Lenine, na verdade, é a releitura de um dos clássicos dos Doces Bárbaros. Já a do Zeca, é um cover bem transado de Zé Ramalho (Garoto de Aluguel). Para dar lugar a essas duas estreias, nos despedimos de Marjorie Estiano & Gilberto Gil (Luz Do Sol), e de Alice Caymmi (Como Vês). 

O "prêmio" de maior queda vai para Paula Toller, que desceu 7 posições com "Transbordada". Já o prêmio de maior subida vai para Maria Rita, que se elevou 6 postos, aparecendo em 11º com "Abismo". 

Temos um novo primeiro lugar: Vanessa Da Mata, que desbancou Thiago Pethit! Falaremos mais dela hoje...e nossa Artista do Mês Zizi Possi permanece como a única que tem duas músicas em nossa compilação semanal. 

Vamos ver como ficou essa semana?

1) VANESSA DA MATA - Por Onde Ando, Tenho Você (+1) (11 Semanas)
2) PITTY - Serpente (+1) (7 Semanas)

3) THIAGO PETHIT - Honey Bi (-2) (8 Semanas)
4) MARIA BETHÂNIA - Eu Te Desejo Amor (=) (6 Semanas)
5) JOTA QUEST - Entre Sem Bater (=) (7 Semanas)
6) ANA CAROLINA - Coração Selvagem (+5) (4 Semanas)
7) CAPITAL INICIAL - Coração Vazio (-1) (7 Semanas)
8) ZIZI POSSI - Sem Você (=) (4 Semanas)
9) MART'NÁLIA - Pra Que Chorar? (+1) (6 Semanas)
10) TIAGO IORC - Dia Especial (-1) (8 Semanas)
11) MARIA RITA - Abismo (+6) (3 Semanas)

12) ELBA RAMALHO - Árvore (-5) (5 Semanas)
13) JORGE VERCILO - Talismã Sem Par (+1) (3 Semanas)
14) MARISA MONTE - Verdade, Uma Ilusão (Ao Vivo) (+1) (3 Semanas)

15) GAL COSTA - Ilusão À Toa (+1) (2 Semanas)
16) ZIZI POSSI - Mania (+3) (2 Semanas)
17) GUSTAVO GURI - Olívia (+1) (3 Semanas)

18) LENINE - Fé Cega, Faca Amolada (ESTREIA)
19) PAULA TOLLER - Transbordada (-7) (13 Sem)
20) ZECA BALEIRO - Garoto De Aluguel (Taxi Boy) (ESTREIA) 


Saíram:

MARJORIE ESTIANO E GILBERTO GIL - Luz Do Sol (11 Semanas. Maior posição: 1)
ALICE CAYMMI - Como Vês (13 Semanas. Maior posição: 1)


E olha só: mais um TopTulho falando de Vanessa da Mata! Também, todas as edições do início de Janeiro até agora tiveram ela no ranking: primeiro foi com a música "Ninguém É Igual A Ninguém", que saiu em Março, e logo emendou com esta, "Por Onde Ando, Tenho Você", que vem se destacando demais nas rádios de todo o país. Que fase frutífera, a dela!

Essa música agitada dá uma temperada especial em nossa seleção, e hoje alcançou a primeira posição Fiquemos, então, com ela!!




POR ONDE ANDO, TENHO VOCÊ
Vanessa Da Mata

Oh, Oh
Vejo seu corpo nas praias do Rio
Suas mãos no pôr-do-sol do Japão
Vejo o Araguaia em seus olhos
Em um segundo me distraio do mundo

Vejo seu corpo nas praias do Rio
Seu jeito de andar em Casa Blanca
Seu perfume nos jardins da Holanda
A Itália em sua feição

Nunca mais vou estar sozinho
Por onde ando reconheço o destino
Por onde olho eu tenho esperanças
Por onde inclino a minha direção, tenho você

Oh, Oh, Oh, Oh

Vejo seu corpo nas praias da Rio
Suas mãos no pôr-do-sol do Japão
Vejo o Araguaia em seus olhos
Em um segundo me distraio do mundo

Nunca mais vou estar sozinho
Por onde ando reconheço o destino
Por onde olho eu tenho esperanças
Por onde inclino a minha direção

No Araguaia eu me banho
No Rio eu me refaço
Na África eu me acho
Todos são parte de mim
Todos são você

Oh, Oh, Oh, Oh




Agitou-se com esse som? Mas não fique apenas nele...agora vai começar o...


Explosivo. Essa é a definição ideal para o ano de 1991. Lembro que tinha nove anos, e ficava com muito medo da Guerra Do Golfo, temendo que alguma daquelas bombas viessem parar aqui. E ainda assim, lembro de ter muita pena daquelas pessoas massacradas, no Colégio, falavam do caos de Hiroshima e Nagazaki, que praticamente poderia estar se repetindo naquele momento. As lembranças mais recorrentes de 1991 foram essas. 

Nas novelas, as três principais foram "Carrossel" - quem não se emocionava com aqueles dramas mexicanos dos aluninhos da Professora Helena?; "Vamp", o "terrir" adolescente que fez a cabeça da molecada naquele ano (e que decepcionou na reprise em 2011) e "O Dono Do Mundo", trama problemática de Gilberto Braga, que fez muito sucesso em sua reprise de 2014. 

Na literatura, Robert Drummond incendiou todo mundo com sua "Hilda Furacão". E José Saramago lançava uma de suas obras mais emblemáticas: "O Evangelho Segundo Jesus Cristo". 

Na música, perdíamos uma de nossas joias mais preciosas: o grande Gonzaguinha. Ainda na seara musical, chegou a hora de nossa espaçonave nostálgica adentrar as lembranças do ano de....1991!

Há 24 anos...

1) JORGE BEN JOR - W Brasil
2) OS PARALAMAS DO SUCESSO - Tendo A Lua
3) LUIZ MELODIA - Codinome Beija-Flor
4) KID ABELHA - Grand' Hotel
5) ELBA RAMALHO & CLÁUDIO ZOLI - Felicidade Urgente
6) MARISA MONTE - Beija Eu
7) GUILHERME ARANTES - Sob O Efeito De Um Olhar
8) ENGENHEIROS DO HAWAII - Refrão De Bolero
9) SIMONE - Será?
10) ALCEU VALENÇA - La Belle Du Jour
11) VANGE LEONEL - Noite Preta
12) LEGIÃO URBANA - Teatro Dos Vampiros
13) MARINA LIMA - Acontecimentos
14) MARISA MONTE & ED MOTTA - Ainda Lembro
15) ROUPA NOVA - Começo, Meio e Fim
16) TOM JOBIM - Querida
17) ROBERTO CARLOS - Super-Herói 
18) JOANNA - Estranha Dependência
19) PATRÍCIA MARX - Sonho De Amor
20) JOÃO PENCA E SEUS MIQUINHOS AMESTRADOS - Papa Uma

Menções Honrosas:

ANGÉLICA - Amor, Amor (!)
BETO GUEDES - Olhos de Jade
BIQUINI CAVADÃO - Zé Ninguém
BYAFRA - Te Amo
CAZUZA - Androide Sem Par
CLÁUDIA OHANA - Sympathy For The Devil
CIDADE NEGRA - Falar A Verdade
EDSON CORDEIRO - Faz De Conta (Make Believe)
ELIS REGINA - Velho Arvoredo
ELYMAR SANTOS - Me Ajude A Te Esquecer
FÁBIO JR. - Busca
FÁBIO JR. Lua
GAL COSTA - Solidão
GUILHERME ARANTES - Bom Presságio
IRA! - Você Ainda Pode Sonhar
JOÃO BOSCO - Sábios Costumam Mentir
JOÃO GILBERTO - Una Mujer
KID ABELHA - Não Vou Ficar
LEGIÃO URBANA - Eu Era Um Lobisomem Juvenil
LEILA PINHEIRO - Coração Vagabundo
LÉO JAIME - Reprise De Solidão
MARA MARAVILHA - Curumim (!)
MARINA LIMA - Grávida
MARISA MONTE - Eu Sei (Na Mira)
ORLANDO MORAIS - Grunir
ORLANDO MORAIS - Logrador
PARALAMAS DO SUCESSO - Trac Trac
RITA LEE - Every Breath You Take
ROUPA NOVA - Felicidade
SELMA REIS - O Que É O Amor?
TITÃS - Não É Por Não Falar


COMENTÁRIOS DE TH: O segundo ano da década de 90 também foi menos inspirado que os dos 80's inteiros. E foi menos rock, também. 

Alceu Valença voltava com tudo, dessa vez com a que considero "Garota De Ipanema Do Nordeste", "La Belle D' Jour", de seu disco "Sete Desejos". Já escrevi sobre essa música num post aqui do EnTHulho Musical, procura aí...

Ainda no Nordeste, Elba Ramalho nos contagiou com sua "Felicidade Urgente", ao lado de Cláudio Zoli. Foi tema da novela "Vamp". Ainda dela, tivemos "Sob O Efeito De Um Olhar", do Guilherme Arantes, "Tendo a Lua" dos Paralamas (olha eles novamente) e o épico tema de abertura, a cargo da saudosíssima Vange Leonel: "Noite Preta". 

Marisa Monte provava que era uma compositora de responsa três anos após de sua estreia em 1988, dessa vez com o maravilhoso e bem arrojado disco "Mais". Dele, tiramos duas faixas em nossa compilação: "Beija Eu" e "Ainda Bem", esta com participação de Ed Motta. E se você vasculhar nas menções honrosas, ainda encontrará perdida por lá "Eu Sei", que foi tema da novela "O Dono Do Mundo". 

Aliás, temas de novela das oito sempre são presenças garantidas em nossos Toptulhos Do Passado. De "O Dono", além da Marisa, temos Roberto Carlos, estreando nas novelas da Globo com "Super-Herói"; o tema de abertura por Tom Jobim ("Querida"), e Luiz Melodia, homenageando Cazuza com sua releitura para "Codinome Beija-Flor", tema do casal marginal Guilherme e Taís, vividos por Ângelo Antônio e Letícia Sabatella. A força foi tão grande que os dois se casaram após a novela!

Legião Urbana, Engenheiros do Hawaii e Kid Abelha são os demais representantes do rock, com três baladas inesquecíveis, cada um. E do rock-bobeira, João Penca e Seus Miquinhos Amestrados são exímios representantes. 

Por fim, a cafonalha hoje conta com Joanna, Roupa Nova e Patrícia Marx, incendiando nas rádios. A elegância controversa da versão de Simone para "Será", do Legião, complementa esse ano musical. 


Uma letra complexa e hermética, num swing de primeira. Pronto! Estava lá o hit de 1991, com direito a jabá pago pela agência W Brasil, e Jorge Ben (que acrescentou o "Jor" no final do nome artístico neste ano) estourou em todo país, e até além dele. 

Ganhou todas as premiações de melhor canção, sob a batuta de representatividade-mor da música brasileira. Mereceu? Não sei, mas agora chegou a hora de ouvirmos (e dançarmos)!

W BRASIL (CHAMA O SÍNDICO)
Jorge Ben Jor

Alô, Alô W o Brasil
Alô, Alô W o Brasil...

Jacarezinho! Avião!
Jacarezinho! Avião!
Cuidado com o disco voador
Tira essa escada daí
Essa escada é prá ficar
Aqui fora
Eu vou chamar o síndico
Tim Maia! Tim Maia!
Tim Maia! Tim Maia!...

O trem corre no trilho
Da Central do Brasil
O trem corre no trilho
Da Central do Brasil..

Incluindo paixão antiga
E aquele beijo quente
Que eu ganhei da sua amiga
E o que é que deu?
Funk na cabeça
E o que é que deu?
Funk na cabeça...

Alô, Alô W o Brasil
Alô, Alô W o Brasil...
TH - Depois de tanto agito nessa edição, cuidado pra não chamarem o síndico pra reclamar!




quinta-feira, 14 de maio de 2015

AMIGO MUSICAL CONVIDADO # 48: Henderson Arsênio!


"Assim como o sol derrete o gelo, a gentileza evapora mal entendidos, desconfianças e hostilidade"

Com esta frase de Albert Schweitzer, começo a definição do meu mais novo amigo musical convidado, que, aliás, é o aniversariante de hoje! Lógico que vou contar historinha, antes!

Conheci o Henderson, esse jornalista paulistano que atualmente mora em Campinas/SP, por intermédio aqui do EnTHulho (só pra variar...risos...que bom que o blogue tem essa função, de me presentear com bons amigos, com as melhores referências, não apenas musicais, mas humanas também). De comentarista, passou a amigo de redes sociais, e volta e meia trocamos figurinha. Daí o convidei para escrever um texto pra mim, e ele fez sobre o Teatro Mágico, só que...

...o texto me foi entregue em 2011 e o blogue entrou em hiato logo em seguida! Claro que os riscados dele restaram prejudicados e datados, por exclusiva culpa minha! Quando regressei, em 2014, perguntei se ainda tinha interesse de que eu publicasse o relato pendente, e concordamos que ele ficou desatualizado, motivo pelo qual, muito cordialmente, ele se predispôs a escrever um novo texto. E o fez! Com a habilidade jornalistica de sua profissão, fez um excelente relato, de uma das escolhas mais surpreendentes que um convidado já fez na nossa seção: a carreira musical do ator Alexandre Nero. Ficou tão caprichado que me deixou muito feliz!

Dá pra entender agora porque o caput da seção de hoje foi iniciado com a citação de gentileza. É esse o ponto que mais se destaca no Henderson. Qualquer um teria ficado puto com o atraso do texto, mas ele foi extremamente cortês e cordato, e mereceu que eu o publicasse em seu dia de aniversário. 

Com meus sinceros parabéns, e (mais) um pedido de desculpas, deixo vocês com essa verdadeira matéria jornalística, especial e muito bem escrita, acerca do universo lúdico de Alexandre Nero. Salve!!




Música, amor!

Ao mesmo tempo em que registrou para TV um inesquecível comendador de novela das nove, Alexandre Nero deixou para posteridade sua particular visão do mais nobre dos sentimentos

“Revendo Amor – Com Pouco Uso Quase na Caixa” é o nome do documentário que Nero lançou no final de 2013, alguns meses de encarnar o protagonista José Alfredo, criado por Aguinaldo Silva. Dirigido por Alan Raffo, o vídeo mistura faixas do CD lançado em 2011 (“Vendo Amor”) com leituras de outros textos (alguns escritos pelo próprio Alexandre Nero [http://twitter.com/alexnero], outros do filósofo Erich Fromm e do poeta curitibano Paulo Leminski).




Tema Cafona

Logo no início da produção, o ator e músico chega a declarar que “o amor fez mais músicas ruins do que casais felizes”. Declarações como esta inovam mesmo um tema tão batido quanto este que deve ser um dos sentimentos mais inspiradores do universo.

A ideia, que estava no álbum e no documentário, é retratar o amor das suas mais variadas maneiras, mas destacando o lado concreto dele – sem aquelas mesmices baba-ovo de comédia romântica. É aí que o musical fica legal: justamente por reunir canções batidas como “A banda” (Chico Buarque) e “Não aprendi a dizer adeus” (conhecidas pelos sertanejos Leandro & Leonardo) até coisas singelas como “Boa pessoa” (de A Banda Mais Bonita da Cidade) e a fetichista “Golden Shower”.

Todos os sons do DVD têm forte influência das bandas marciais, fanfarras e antigos realejos franceses. Para quem curte música com bastante metais e piano, este é o som ideal. O filme ainda tem a participação afetiva de André Abujamra e Luiz Felipe Leprevost. Totalmente gravado em uma casa do século XIX localizada em Curitiba, terra natal do artista, o filme tem um clima misto de ensaio com um show feito pelos músicos e para os músicos, sem plateia. 

(Perfil do cantor/autor no Instagram: https://instagram.com/p/x-E1ZHNoL5/ )

Menestrel

Ao contrário do que muita gente pensa, a carreira artística de Nero não começou como ator de televisão. O cara já tem mais de 10 álbuns lançados em carreira solo e também junto a outros grupos musicais da cena paranaense, como Maquinaíma Denorex 80. 

Ao todo, já são mais de 50 trabalhos como compositor, músico e galã de novela ruim. A Wikipedia [http://pt.wikipedia.org/wiki/Alexandre_Nero] tem tudo listado para você conferir. 

Nascido em 1970, o sujeito já foi indicado e venceu uma dezena de prêmios como ator. No final do ano passado, Nero foi um dos reconhecidos na premiação Men Of The Year [http://gq.globo.com/Men-of-the-Year/fotos/2014/11/os-premiados-do-men-year-2014.html] da versão nacional da Revista GQ


HENDERSON ARSÊNIO
Jornalista
Campinas/SP



Nero: multitalento.


Admirem agora o álbum 'Vendo Amor", de 2011, inteirinho, para quem quiser, conhecer um pouco mais da obra musical do Nero, recomendadissíma pelo Henderson e pelo EnTHulho Musical!


domingo, 10 de maio de 2015

TOPTULHO MUSICAL # 23


Bom dia, amigos musicais brasileiros!

Cá estamos nós com mais uma edição do TopTulho, essa a de número 23. Também destaco mais uma peculiaridade desta edição: é a primeira apresentada diretamente de Maceió/AL, cidade natal minha, na qual estou passando merecidas férias!

Hoje também é o Dia Das Mães, razão pela qual eu destaco, na edição de hoje, uma super mãe, que, não por acaso, é a Artista do Mês de Maio/15 aqui no EnTHulho: a sempre elegante Zizi Possi, que estreia mais uma música na parada: "Mania", tema da novela "Babilônia". Deu pra ver que Izildinha está com tudo por aqui, hein?

Thiago Pethit permanece na primeira posição. Jorge Vercilo, Elba Ramalho e Capital Inicial tiveram expressivas subidas, enquanto as maiores descidas foram para "Como Vês", da Alice Caymmi (12 a menos); "Luz Do Sol", da Marjorie Estiano, e "Transbordada", da Paula Toller, que estava no ranking da semana passada, em 3º lugar. 

Além da já citada música da Zizi Possi, tivemos também a super estreia de Gal Costa, que vem incendiando Brasil afora com seu novo espetáculo, elogiadíssimo pela crítica e principalmente pelo público. A música? "Ilusão À Toa", de Johnny Alf, que é também tema da novela "Babilônia"Baby Do Brasil e a parceria entre Mart'nália e Pedro Luís se despedem de nós. 

Assim ficou o TopTulho "Dia Das Mães":

1) THIAGO PETHIT - Honey Bi (=) (7 Semanas)
2) VANESSA DA MATA - Por Onde Ando, Tenho Você (=) (10 Semanas)
3) PITTY - Serpente (+2) (6 Semanas)
4) MARIA BETHÂNIA - Eu Te Desejo Amor (=) (5 Semanas)
5) JOTA QUEST - Entre Sem Bater (+2) (6 Semanas)
6) CAPITAL INICIAL - Coração Vazio (+4) (6 Semanas)
7) ELBA RAMALHO - Árvore (+4) (4 Semanas)
8) ZIZI POSSI - Sem Você (+5) (3 Semanas)
9) TIAGO IORC - Dia Especial (=) (7 Semanas)
10) MART'NÁLIA - Pra Que Chorar? (+2) (5 Semanas)
11) ANA CAROLINA - Coração Selvagem (+3) (3 Semanas)
12) PAULA TOLLER - Transbordada (-9) (12 Semanas)
13) MARJORIE ESTIANO E GILBERTO GIL - Luz Do Sol (-7) (11 Semanas)
14) JORGE VERCILO - Talismã Sem Par (+6) (2 Semanas)
15) MARISA MONTE - Verdade: Uma Ilusão (Ao Vivo) (+1) (2 Semanas)
16) GAL COSTA - Ilusão À Toa (ESTREIA)
17) MARIA RITA - Abismo (=) (2 Semanas)
18) GUSTAVO GURI - Olívia (+1) (2 Semanas)
19) ZIZI POSSI - "Mania" (ESTREIA)
20) ALICE CAYMMI - Como Vês (-12) (13 Semanas)

Saíram:

MART'NÁLIA E PEDRO LUIS - Tem Juízo, Mas Não Usa (9 Semanas. Maior posição: 6)
BABY DO BRASIL - A Menina Dança (1 Semana. Maior posição: 18)

Claaaaro que eu escolheria uma uma mamãe para ser homenageada nesse TopTulho, e a eleita foi justamente nossa Artista Do Mês!

Zizi ressurgiu ano passado, depois de um bom período hiático, mesclando sucessos com músicas requintadas e pouco comerciais. Aliás, ela deixou boa parte de seus sucessos extremamente fáceis de fora de sua versão piano e voz.

No TopTulho, "Sem Você", sua versão para "Busy Man", do Carlinhos Brown & Marisa Monte, está numa linha crescente muito grande, hoje, inclusive, subindo 5 posições. Faixa do disco "Tudo Se Transformou, é ela que ouviremos a partir de agora! 


Zizi apresentando o seu novo sucesso.


SEM VOCÊ
Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes.. 
Interpretação: Zizi Possi

Pra onde vou agora livre mas sem você
Pra onde ir o que fazer como eu vou viver
Eu gosto de ficar só
Mas gosto mais de você
Eu gosto da luz do sol
Mas chove sempre agora

Sem você

As vezes acredito em mim
Mas as vezes não
As vezes tiro meu destino da aminha mão

Talvez eu corte o cabelo
Talvez eu fique feliz
Talvez eu perca a cabeça
Talvez esqueça e cresça

Sem você

Talvez precise de colchão
Talvez baste o chão
Talvez no vigésimo andar
Talvez num porão
Talvez eu mate o que fui
Talvez imite o que sou
Talvez eu tema o que vem
Talvez te ame ainda

Sem você
La, la, la, la, la




Delícia de música, hein? A mamãe-MPB mandou ver nessa. Mas não acabou não...senta aí que agora é a hora do...


Semana passada encerramos a década de 80. Em 10 edições do TopTulho Musical Do Passado, debulhamos todos os anos dos 80's, a cada edição. A partir desta, vamos relembrar agora os sucessos dos ANOS 90, começando por 1990.

O polêmico 1990 começa com Fernando Collor assumindo a presidência do país e, desde já, confiscando as poupanças por meio de seu "Plano Collor". Eu mesmo, já peguei ações de liberação desse dinheiro assim que me tornei advogado. 

No cinema, Ghost, O Outro Lado Da Vida e Uma Linda Mulher foram os carros-chefe da pieguice na telona. Na telinha brazuca, "Rainha Da Sucata" se tornou mania nacional, mas a toda-poderosa Globo se viu ameaçada pela Rede Manchete, que lançava "O Pantanal", projeto de Benedito Ruy Barbosa que havia sido rejeitado pela emissora de Roberto Marinho, e que fez bastante sucesso! Ainda teve a discussão nacional acerca da barriga de aluguel, em novela homônima. 

Teve Copa Do Mundo infrutífera para nós, na Itália. E, musicalmente, perdemos o nosso ícone da rebeldia. Claro que falo de Cazuza...

Ainda sobre música, sigamos a nave nostálgica do TopTulho Musical, nos levando de volta para......1990!

HÁ 25 ANOS...

1) ENGENHEIROS DO HAWAII - Era Um Garoto, Que Como Eu, Amava Os Beatles e Os Rolling Stones
2) OS PARALAMAS DO SUCESSO - Lanterna Dos Afogados
3) ROUPA NOVA - Coração Pirata
4) ADRIANA CALCANHOTTO - Naquela Estação
5) BARÃO VERMELHO - O Poeta Está Vivo
6) MARIA BETHÂNIA - Tocando Em Frente
7) FAFÁ DE BELÉM - Nuvem De Lágrimas
8) LEGIÃO URBANA - Monte Castelo
9) KID ABELHA - No Seu Lugar
10) RITA LEE E ROBERTO DE CARVALHO - Perto Do Fogo 
11) WANDERLÉA - Foi Assim (Re-Issue)
12) DJAVAN - Cigano
13) LÉO JAIME - É Ilegal, Imoral Ou Engorda
14) SIDNEY MAGAL - Me Chama Que Eu Vou
15) EMÍLIO SANTIAGO - Verdade Chinesa
16) IRA! - Tarde Vazia
17) ALCEU VALENÇA - Te Amo Brasília
18) JOSÉ AUGUSTO - Aguenta Coração
19) KAOMA - Chorando Se Foi
20) FERNANDA ABREU - A Noite

Menções Honrosas: 

BETO BARBOSA - Preta
CAPITAL INICIAL - Fogo
CÁSSIA ELLER - Por Enquanto
CHICO BUARQUE - Baticum
CHITÃOZINHO e XORORÓ - No Rancho Fundo
ED MOTTA - Solução
ENGENHEIROS DO HAWAII - O Papa É Pop
GUILHERME ARANTES - Guarde O Coração
HERÓIS DA RESISTÊNCIA - Diga Não
IVAN LINS - Quem Saberia Perder
KAOMA - Dançando Lambada
LEGIÃO URBANA - Meninos e Meninas
LÉO JAIME - Eu Vou Comer a Madonna (!)
LULU SANTOS - Não Acredito
MARINA - Próxima Parada
NENHUM DE NÓS - Extraño
OS PARALAMAS DO SUCESSO - Caleidoscópio
PLACA LUMINOSA - Ego
RITCHIE - Mais Você
SÁ & GUARABYRA - Ziriguidum Tchan
SANDRA DE SÁ - Quem É Você
TITÃS - O Camelo e o Dromedário
ULTRAJE A RIGOR - Os Quatro Cabeludos
XUXA - Lua De Cristal (!)

COMENTÁRIOS DE TH: Eu considero o primeiro ano dos 90's muito fraco, musicalmente falando, mas é apenas a minha opinião. Claro que há coisas boas, porém não me apetece de forma profunda. 

Maria Bethânia lança nesse ano sua maravilhosa gravação de "Tocando Em Frente", hino sertanejo de Almir Sater, que integrou a trilha da novela Pantanal. Ainda da MPB, temos a estreia com pé direito de Adriana Calcanhotto, colocando vida e saxofones deliciosos na composição de Caetano Veloso ("Naquela Estação"). Drica arrasou logo de cara! E Djavan marca presença com a curiosa "Cigano". 

A novela "Rainha Da Sucata" é a campeã de músicas nessa edição. Além das já mencionadas "Cigano" e "Naquela Estação", comparece com um "Coração Pirata" clássico do Roupa Nova, a "Lanterna Dos Afogados", que é uma das melhores letras dos Paralamas Do Sucesso; O relançamento de "Foi Assim", delicinha tradicional da Wanderléa e o tema de abertura, a lambada que invadiu o país e contagiou todo mundo, além de ter ressuscitado Sidney Magal: "Me Chama Que Eu Vou", com o clássico "Hey-E Ô, Ê Ô". 

Já que falamos de lambada, o Beto Barbosa, apesar de não estar no Top20, estava no auge no estilo, e pode ser visto no "Menções Honrosas". A banda Kaoma se destacava cada vez mais, um ano depois de ter estourado com o sucesso "Chorando Se Foi", a música ainda teve força pra ser bastante pedida em 1990. 

Do rock nacional, além dos já citados Paralamas (mais uma vez presentes, pra variar...risos), tivemos Legião Urbana, Rita Lee e Roberto De Carvalho, Léo Jaime, Ira!, Kid Abelha, Engenheiros do Hawaii...e, no ano do falecimento de Cazuza, sua obra permanece viva pelo clássico absoluto do Barão Vermelho, "O Poeta Está Vivo". 

Passando o bastão para os populares, temos José Augusto e a cafonalha em estado bruto (tema de abertura de "Barriga De Aluguel"); e Fafá De Belém berrando em sua versão sertaneja de "Nuvem De Lágrimas". 

Complementam a parada o charme-funk carioca da bem transada Fernanda Abreu, em seu ano de estreia-solo e Emílio Santiago, com o romantismo-sambista na sua "Verdade Chinesa".



O ano mais bem sucedido dos Engenheiros Do Hawaii foi justamente o de 1990 (com o álbum "O Papa É Pop") e, pasmem: para uma banda tão autoral, ironicamente o maior sucesso se deu por causa de uma regravação que os caras fizeram.

A original brasileira (de 1967, da banda "Os Incríveis"), já era uma regravação.  C'era un ragazzo che come me amava i Beatles e i Rolling Stones de Gianni Morandi e Franco Migliacci de gMas, é claro que a que todos sempre irão lembrar é a dos Engenheiros, razão pela qual ela ficou em primeiro lugar em 1990 e que você ouve...agora!


ERA UM GAROTO, QUE COMO EU, AMAVA OS BEATLES E OS ROLLING STONES
Migliacci / Lusini
Os Engenheiros Do Hawaii


Era um garoto que como eu
Amava os beatles e os rolling stones
Girava o mundo sempre a cantar
As coisas lindas da américa

Não era belo, mas mesmo assim
Havia mil garotas afim
Cantava help and ticket to ride
Oh! Lady jane e yesterday

Cantava viva à liberdade
Mas uma carta sem esperar
Da sua guitarra, o separou
Fora chamado na américa

Stop! Com rolling stones
Stop! Com beatles songs
Mandado foi ao vietnã
Lutar com vietcongs

Ratá-tá tá tá, tatá-rá tá tá
Ratá-tá tá tá, tatá-rá tá tá
Ratá-tá tá tá, tatá-rá tá tá
Ratá-tá tá tá

Ra-tá-tá tá-tá, ra-tá-tá tá-tá

Era um garoto que como eu
Amava os beatles e os rolling stones
Girava o mundo, mas acabou
Fazendo a guerra no vietnã

Cabelos longos não usa mais
Nao toca a sua guitarra e sim
Um instrumento que sempre dá
A mesma nota, ra-tá-tá-tá

Não tem amigos, não vê garotas
Só gente morta caindo ao chão
Ao seu país não voltará
Pois está morto no vietnã

Stop! Com rolling stones
Stop! Com beatles songs
No peito, um coração não há
Mas duas medalhas sim

Ratá-tá tá tá, tatá-rá tá tá
Ratá-tá tá tá, tatá-rá tá tá
Ratá-tá tá tá, tatá-rá tá tá
Ratá-tá tá tá

Ra-tá-tá tá-tá, ra-tá-tá tá-tá


TH - Feliz Dia Das Mães!


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...